Campeã do Circuito OAB, Dra. Dulci deve receber certificado neste domingo (17), em Belém

0
64

Capital paraense terá a última etapa da competição, que passou por diferentes cidades do estado neste segundo semestre. A advogada soma quatro pódios, com três medalhas de ouro e uma de bronze na categoria Advogada Máster

A advogada e professora Dulcilene Silva Pessôa, a Dra. Dulci, como é conhecida, estará na capital paraense, Belém, neste domingo (17). A cidade recebe a última etapa do 11º Circuito OAB de Corrida de Rua, com provas de 10 km e meia maratona. Desta vez, a Dra. Dulci não vai competir, só comemorar. Com quatro pódios no circuito, somando três medalhas de ouro e uma de bronze, a advogada deve receber o certificado de campeã da categoria Advogada Máster.

A Dra. Dulci desistiu de participar dessa etapa final em função da nova distância da prova. Nas demais cidades, a corrida foi de 7 km. E, também, porque nos 10 km não haverá premiação por faixa etária, apenas na meia maratona. A advogada disputou a categoria 50 a 59 anos.

“Muito feliz com esses resultados ao longo dos meses de disputa do Circuito OAB, ajudando a marcar a presença da mulher advogada. Agora é só comemorar. Por outro lado, o Circuito deixou a desejar em vários aspectos: a etapa final mudou a distância e apenas a meia maratona terá premiação. Os 10K não terão nada, o que é lamentável”, afirma Dra. Dulci, formada há 26 anos e que está à frente do Escritório de Advocacia Dulcilene Pessôa.

Uma das veteranas em corridas de rua no estado, a atleta paraense conquistou ouro na abertura do Circuito em Ananindeua (agosto) e, depois, em Paragominas (outubro) e em Parauapebas (novembro). Na cidade de Marabá, ganhou bronze (setembro). Na primeira edição do Circuito OAB, Dra. Dulci foi campeã geral.

Foto: Divulgação