Barcos da Argentina já sobem o Atlântico para disputa das regatas em Ilhabela (SP)

0
209

A frota da Argentina já está navegando pelo Atlântico em direção a Ilhabela (SP) para a 50ª edição da Semana Internacional de Vela de Ilhabela, que acontecerá de 22 a 29 de julho. No total, dez veleiros do país vizinho participarão das regatas neste que é considerado o maior evento de vela oceânica na América do Sul.

Os veleiros partiram dos clubes YCA – Yacht Club Argentino, CBV – Club de Veleros Barlovento, CUBA – Club Naval de Buenos Aires e Club Náutico Sudeste, sediados em Buenos Aires e Mar del Plata, para uma jornada de mais de 1.100 milhas náuticas. A viagem até o Yacht Club de Ilhabela (YCI) deve durar até seis dias, dependendo das condições climáticas. Desde o início, os primeiros veleiros enfrentaram uma verdadeira “tormenta”, como o Sandokan e o Jura.

O Katara, do experiente Julian Somodi, é apontado como um dos favoritos ao título da 50ª edição da Semana Internacional de Vela de Ilhabela. A equipe atual campeã da classe ORC no Circuito Rolex de Punta del Este iniciou a viagem ao Brasil na noite desta terça-feira (4).

“Adoramos Ilhabela e o Brasil. O clima é muito melhor e vamos celebrar a 50ª edição da Semana de Vela. Teremos uma equipe forte nas regatas, melhor do que no ano passado. Além disso, temos um veleiro novo também”, disse Julian Somodi.

O barco Katara tem 39 pés e foi projetado por Patricio Gutierrez, da classe ORC. Vale ressaltar que esta é a primeira vez que um grupo tão grande de embarcações argentinas participa do evento.

Além do Katara, Jura e Sandokan, a frota da Argentina estará na SIVI com Ladino, Scorpio, Cabron Argento, Marita Lu, Daka, Delincuente e Picaseso III.