Argentinos são os primeiros confirmados na 50ª Semana Internacional de Vela de Ilhabela

0
98

Equipe argentina do Jura estará nas regatas de 23 e 30 de julho de 2023, no Yacht Club de Ilhabela

Os argentinos do barco Jura Soto 41 foram os primeiros a confirmar presença na 50ª edição da Semana Internacional de Vela de Ilhabela. O tradicional evento da modalidade na América do Sul será realizado de 23 e 30 de julho de 2023, no Yacht Club de Ilhabela, litoral norte de São Paulo.

A equipe estrangeira comunicou à organização a intenção de participar das regatas em Ilhabela (SP) desde o início do ano. Antes de abrir as inscrições, o time do Jura já havia confirmado oficialmente sua presença para disputar o título da classe ORC.

Além da ORC, uma das principais categorias de rating do mundo, a Semana Internacional de Vela de Ilhabela terá mais de 100 barcos das classes BRA-RGS, HPE25, Clássicos, Bico de Proa, VPRS, HPE30 e C30.

O velejador Pablo Swiecicki e sua equipe estiveram na 49ª edição do evento, no ano passado, a bordo do HPE30 Phoenix, monotipo emprestado por Eduardo Souza Ramos aos colegas argentinos. Para a tripulação do país vizinho foi uma experiência enriquecedora competir em um veleiro diferente.

Mas nesta temporada, Soto 41 Jura sediado no Yacht Club Argentino atravessará o Atlântico de Buenos Aires até Ilhabela para a disputa. A tripulação conta com dez velejadores, todos argentinos. O veleiro é desenhado e fabricado no país pelo renomado Javier Soto Aceval, o mesmo projetista que fez história ao criar os S40, um dos mais utilizados na vela brasileira atualmente.

”As regatas do ano passado foram muito técnicas, não conhecer as correntes e rebotes de vento na costa e dentro do canal tornou o campeonato super desafiador para nós. A Semana de Ilhabela é divertida e muito tática, nota-se que o nível dos competidores é alto, o que a faz ainda mais interessante”, disse Alejandro Roca, que fará a função de trimmer da genôa.

A competição abre no domingo, 24 de julho, com a tradicional regata Alcatrazes por Boreste – 100 anos Veleiro Atrevida – Marinha do Brasil. No mesmo dia serão realizadas as provas Toque-Toque por Boreste, que tem 25 milhas náuticas, e a Renato Frankenthal – só para HPE25 – com 10 milhas náuticas.

A organização fará, ao longo da semana, regatas de acordo com as condições de mar e vento, podendo ser no Canal de São Sebastião ou nas raias mais ao norte e ao sul da ilha. Serão três tipos: percursos longo, médio e barla-sota (entre boias).

”Estamos muito animados com essa nova edição da Semana de Vela, com certeza a ilha vai estar em festa pelos 50 anos da regata. Esperamos que este ano as cervejas sejam ilimitadas, tudo uma grande confraternização”, projetou Alejandro Roca.

Desde que passou a ser internacional nos anos 1990, a Semana de Vela de Ilhabela atrai tripulações de vários países para correr as regatas. Muitas equipes do Chile, Argentina e Uruguai, por exemplo, escolhem a competição pelo forte nível técnico e também pelo clima mais ameno no inverno brasileiro, bem diferente do que ocorre nos três países sul-americanos citados.

A última conquista 100% estrangeira da Semana Internacional de Vela de Ilhabela foi do uruguaio Cristabella, que levou o título geral em 2015. Em 2017, o Phoenix também emprestou seu modelo Carabelli  30 ao time argentino do Mad Max de Julián Somodi, que faturou entre os 30 pés.

As inscrições estão abertas no site oficial do evento

Baixe o Aviso de Regata Oficial

Programação da Semana Internacional de Vela de Ilhabela

Leia todos os textos e releases da competição

Vídeos das regatas de anos anteriores

Curta as nossas redes sociais: Facebook e Instagram