WSL SE UNE A SURF CONSERVATION, CONSERVAÇÃO INTERNACIONAL E INSTITUTO APRENDER PARA REFORÇAR AÇÕES DE CONSERVAÇÃO DOS OCEANOS E DA COSTA BRASILEIRA

0
118
Saquarema (RJ) será beneficiada por ações de conservação e educação ambiental e projeto envolve ainda a criação do Programa Nacional de Reservas de Surf (Crédito Valter Herzmann/WSL)

A World Surf League (WSL) se uniu a Surf Conservation Partnership, Conservação Internacional (CI-Brasil) e ao Instituto APRENDER Ecologia, em nova parceria pela conservação dos oceanos e da costa brasileira. Com apoio financeiro da WSL serão realizadas ações de conservação e educação ambiental no município de Saquarema, no Rio de Janeiro, uma das áreas mais relevantes para a prática do surfe no Brasil. O recurso também apoiará a criação do Programa Nacional de Reservas de Surf.
O recurso da WSL será implementado no projeto Ecossistemas de Surf Brasil, da CI-Brasil e APRENDER Ecologia. “Essa parceria com a WSL chega em um momento estratégico para o projeto. Vamos trabalhar em Saquarema para orientar sobre a relação direta que a conservação dos oceanos tem com a prática do surfe e mobilizar essa comunidade para a criação de reservas de surfe no Brasil. A intenção é criar a primeira reserva ainda em 2023”, afirma Mauricio Bianco, vice-presidente da CI-Brasil.
Mauro Figueiredo, fundador do Instituto APRENDER Ecologia, destaca a conexão existente entre o surfe e a natureza. “O surfe é muito mais que um esporte, é um estilo de vida e um presente que a natureza nos dá. Ele contribui para a saúde, qualidade de vida e geração de renda de pessoas e comunidades. Essa é uma oportunidade de avançar com o desenvolvimento sustentável na costa e garantir boas ondas para a nossa e as próximas gerações.”
Por meio da WSL PURE grant, o projeto Ecossistemas de Surf irá engajar e mobilizar parceiros locais e surfistas em ação de limpeza de praia na Lagoa de Saquarema e desenvolverá ações educativas nas escolas locais sobre a importância da lagoa e dos ecossistemas do entorno para a preservação da área de surfe. Essa foi a única iniciativa brasileira selecionada para o grant. O município sedia três dos maiores eventos de surfe da região, entre eles, a etapa brasileira do Championship Tour, e será uma maneira também de a WSL retribuir e preservar essas áreas para a prática do esporte.
Segundo o presidente da WSL Latin America, Ivan Martinho, a iniciativa do projeto vem ao encontro dos preceitos da WSL PURE, que tem por missão inspirar, educar e proteger o oceano. “O surfe tem uma profunda conexão com o oceano e temos razões óbvias para protegê-lo e preservá-lo para as futuras gerações. Além disso, é muito gratificante a WSL poder fazer parte desse projeto, que beneficiará também a região de Saquarema, que todos os anos nos recebe de braços abertos para nossos eventos, inclusive é uma etapa do Circuito Mundial, e acaba reunindo a comunidade global do surfe”, ressalta.
Criação de reservas de surfe nacionais

Considerando o potencial do surfe como vetor para a conservação e desenvolvimento econômico da costa brasileira, a CI-Brasil e o Instituto APRENDER Ecologia uniram forças para ampliar a conservação marinha, mobilizando as comunidades de surfe no país. A parceria une a expertise da CI-Brasil na criação de áreas protegidas marinhas e a experiência do Instituto APRENDER Ecologia em aliar o esporte e a conservação.

As reservas de surfe nacionais serão áreas definidas pelas comunidades locais, reconhecidas nacionalmente e destinadas à valorização e conservação de ecossistemas de surfe icônicos. Assim, enquanto os surfistas protegem os lugares que amam e dos quais muitos dependem economicamente, expandimos a conservação dos oceanos com apoio da sociedade local. Com o financiamento da WSL, o objetivo é engajar comunidades e auxiliar na estruturação do programa para a criação da primeira reserva nacional.
Sobre a Conservação Internacional (CI-Brasil) – A Conservação Internacional usa ciência, política e parcerias para proteger a natureza, da qual as pessoas dependem para obter alimentos, água doce e meios de subsistência. Fundada em 1990 no Brasil, a Conservação Internacional trabalha em mais de 30 países, em seis continentes para garantir um planeta saudável e próspero, que sustenta a todos. Mais informações no site da Conservação.


Sobre a World Surf League – A World Surf League promove as principais competições de surfe, coroando os campeões mundiais desde 1976, com os melhores surfistas do mundo se apresentando nas melhores ondas do mundo. A WSL é composta por uma divisão de Circuitos e Competições, que supervisiona e opera mais de 180 eventos globais a cada ano; pela WSL WaveCo, que produz as melhores ondas artificiais de alta performance; e pela WSL Studios, com produções independentes de conteúdos e projetos com e sem roteiros. Para mais informações, visite o site da WSL 

Sobre o Instituto APRENDER Ecologia — Associação sem fins lucrativos de caráter ecológico, pacifista, educacional, esportivo, cultural e científico. Com sede em Florianópolis (SC), atua em redes de cooperação local, nacional e internacional. Está alinhada com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 e a Década dos Oceanos da ONU. Há 22 anos concentra atividades na zona costeira brasileira implementando projetos, entre os quais alguns relacionados ao surfe. Toda equipe é composta por surfistas. Ao longo dos anos, a organização está envolvida no surfe e na conservação, desenvolvendo e implementando projetos em conjunto com associações de surfe e organizações de base. Mais informações no site APRENDER.