Correndo em casa, Pedro Aizza quer fechar a temporada na GT Sprint Race com três títulos

0
98
Piloto acelera na etapa de Curitiba (Luciano Santos / SigCom)

Curitiba (PR) sedia, entre sexta e domingo (3 a 5), a nona e última etapa desta que é uma das principais competições do automobilismo brasileiro. Aizza já é o campeão da Special Edition e quer conquistar a Overall e Brasil

O piloto Pedro Aizza (Promax Bardahl/GM Motorsport/Acesso Peças) disputa neste fim de semana a nona e última etapa da GT Sprint Race, uma das principais competições de automobilismo do Brasil. Líder de duas disputas da PROAM, a Overall e Brasil, Aizza vai tentar completar a tríplice coroa, após ter vencido a Special Edition. A vantagem do curitibano de 16 anos, piloto mais jovem do grid, está no fato de competir em casa.

“Decidir o título em casa é sensacional. É uma pista diferente de Londrina, Cascavel ou Tarumã, que me agradam mais por terem traçados mais agressivos e possibilitam mais velocidade e adrenalina. Mas é um local que eu tenho bastante quilometragem. Já fiz diversos treinos e corri mais de uma vez. Na Sprint Race, estive lá este ano, com bons resultados”, avalia Aizza.

O Autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais, na região metropolitana da capital paranaense, contará com um percurso 3.695 metros (anel interno) para a decisão – a etapa Match Point -, composto por nove curvas em sentido horário e uma das retas mais longas do País.

 

Pedro Aizza em Curitiba
(Luciano Santos / SigCom)

“Estou bem preparado para a decisão, disputada no traçado original. Treinei muito, tanto fisicamente, como no simulador. E, desta vez, não terá diferença de peso. Se na outra etapa, realizada em Curitiba, eu levava 30 kg a mais no meu carro, nesta não terá esse diferencial, pelo fato de a organização zerar o lastro que os pilotos carregavam por vir de vitórias anteriores. Ou seja, mais um quesito a meu favor na corrida. Serão duas provas bem interessantes e espero que rendam bons frutos ao final”, comenta o dono do carro #35.

Calendário da GT Sprint Race – Em 2021, o calendário da GT Sprint Race está dividido em duas séries e nove etapas, sendo oito praças diferentes: o campeonato nacional, com seis etapas (duas corridas em cada), – Velocitta (SP), Interlagos (SP), Cascavel (PR), Londrina (PR) e duas em Curitiba (PR) –, e as três etapas da “Special Edition” – Goiânia (GO), Tarumã (RS) e Potenza (MG) –, com três corridas cada. Da somatória dessas séries, sairão os campeões do Overall nas suas respectivas classes: PRO, PROAM e AM.

 

Programação – A programação da nona etapa tem início na sexta-feira (3) com a realização de um treino extra, às 13h10, e o primeiro treino oficial, às 16h30, ambos com duração de 45 minutos. No sábado, o segundo treino, às 9h, e a classificação única, às 15h, com 30 minutos de duração. As provas decisivas serão ambas no domingo. A largada para a primeira corrida está marcada para as 9h55 e, a da corrida final do ano, para as 13h30.

Transmissão – As corridas da GT Sprint Race têm transmissão ao vivo pelo YouTube, no canal oficial da categoria (youtube.com/gtsprintrace) e no programa Acelerados (youtube.com/acelerados), no Motorsport.com. O BandSports mostra a corrida decisiva. Durante a semana, após cada etapa, também terão exibição no programa Acelerados (SBT), no Programa Na Faixa com National Sports Channel (COM Brasil TV).

Mais:

Blog: https://blog.bardahl.com.br/