Scheidt e Matos mantêm média e ampliam liderança no Sul-Americano de Star

0
116

O segundo dia do Campeonato Sul-Americano de Star 2021 teve mais uma vez o domínio do maior medalhista olímpico do País Robert Scheidt ao lado de Ubiratan Matos. A dupla manteve o mesmo desempenho da véspera no Yacht Club de Ilhabela (YCI), no litoral norte paulista, com uma vitória e um segundo lugar.

Robert Scheidt e Ubiratan Matos lideram a competição continental com seis pontos perdidos após quatro provas disputadas. O segundo lugar agora é de Juninho de Jesus e Guilherme de Almeida com 13 pontos perdidos. Vence o campeonato quem somar menos pontos.

As regatas novamente foram bastante equilibradas, mesmo com os velejadores Robert Scheidt e Ubiratan Matos abrindo vantagem na tabela. O vento ficou mais estável no Canal de São Sebastião, característica desta época do ano na região.

”Foi um dia incrível com vento bom e rajadas de 24 nós. O barco melhorou muito e a gente como dupla estamos cada vez mais nos entrosando.Vamos fazer mais ajustes parava reta final do campeonato, por isso baixamos o mastro!”, disse Ubiratan Matos, proeiro de Robert Scheidt.

As regatas deste sábado foram disputadas com ventos de média intensidade, de aproximadamente 14 nós. A primeira prova do dia foi vencida por Juninho de Jesus e Guilherme de Almeida, agora no segundo lugar geral em Ilhabela (SP). 

”Tivemos um bom dia, estamos evoluindo como equipe. É a primeira vez que velejo com o Guilherme, um campeão mundial na classe. Eu estou aprendendo muito e vamos tentar evoluir para ter um bom resultado no final”, explicou Juninho de Jesus. 

Rivais diretos na tabela, Jorge Zarif e Arthur Lopes tomaram um DNF e ficaram em segundo lugar nas regatas do dia e caíram na tabela. A entrada do descarte no domingo (14) deve colocar a dupla paulista novamente na briga contra o multimedalhista olímpico.

Os barcos voltam para o Canal de São Sebastião neste domingo  para mais duas regatas. A competição sul-americana será disputada até o feriado de 15 de novembro. Atletas medalhistas olímpicos, mundiais, sul-americanos e nacionais participam do campeonato em Ilhabela (SP).

O Campeonato Sul-Americano de Star é realizado desde 1952 e as regatas de Ilhabela (SP) marcam a edição número 51 da tradicional competição. A última edição ocorreu em 2019, em Buenos Aires, na Argentina, e o título ficou para a dupla Tomás Hornos (EUA) e Pedro Trouche (Brasil). 

O Yacht Club de Ilhabela (YCI) sediou o evento em 2014, em paralelo com a Semana de Vela de Ilhabela, e o título ficou com a dupla Lars Grael e Samuel Gonçalves. O clube sedia grandes eventos da modalidade, como a Semana Internacional de Vela de Ilhabela e a Copa Mitsubishi. 

Resultados após 2 regatas: 

1º- Robert Scheidt | Ubiratan Matos (Banco do Brasil) – 6 pp

2º-Mario de Jesus | Guilherme de Almeida (Vida Bandida) – 13 pp 

3º- Pedro Lodovici | Samuel Gonçalves (Dom) – 15 pp

4º- Jorge Zarif | Arthur Lopes (Regatta) – 16 pp

5º- Admar Gonzaga | Ronald Seifert (Maricota) – 20 pp

6º- Antonio Moreira | Arcelio Moreira (Culé) – 26 pp

7º- Robert Rittscher | Marcelo Valland (Born Free) – 29 pp

8º- Marco Szili | Pedro Trouche (Viva la Vida) – 31 pp

9º- Daniel De La torre (ARG) | Maurício Bueno (Enrique) – 32 pp

10º- Fabiano Vivacqua | Caio Gerassi (Balada) – 38 pp

O Campeonato Sul-Americano da classe Star 2021 é organizado pelo Yacht Club de Ilhabela em parceria com a Prefeitura de Ilhabela. O patrocínio oficial é da Mitsubishi e o apoio da cervejaria Madalena e Regatta.

Foto: Caio Souza | On Board