Valtteri Bottas venceu um grande Prêmio da Turquia

0
42

Valtteri Bottas venceu um grande Prêmio da Turquia que foi realizado em condições úmidas, com Max Verstappen, da Red Bull, e seu companheiro de equipe Sergio Perez completando o pódio.

A chuva leve apimentou a pista bem antes da corrida e enquanto a chuva parava, as condições pediam pneus intermediários por toda parte.

Bottas liderou a corrida longe da pole, seu companheiro de equipe na Mercedes Lewis Hamilton largou em 11º graças à sua penalidade relacionada ao motor de 10 lugares, enquanto Verstappen seguiu o finlandês. Na volta 11, Hamilton estava entre os cinco primeiros após ultrapassar Pierre Gasly. O atual campeão seria promovido ao quarto lugar quando Sergio Perez parou na volta 38.

Os pit stops vieram grossos e rápidos da volta 35, com Lando Norris sendo o primeiro a escolher novos inters, Verstappen na volta 37 da P2 e Bottas na liderança uma volta depois. Charles Leclerc foi lançado na liderança, mas na volta 48 de 58 ele decidiu que a aposta para abrir um pit stop não ia valer a pena e entrou para novos inters. Bottas conquistou sua primeira vitória desde a Rússia 2020 com um desempenho impecável a partir de então, um ponto bônus dado, pois ele também fez a volta mais rápida.

A parada de Leclerc colocou Hamilton em terceiro, o britânico aparentemente tentando chegar ao final com seus pneus de partida, ou pelo menos chegar às condições secas. As nuvens iminentes disseram o contrário, e ele finalmente encaixotou na volta 51 – seus pneus se transformaram em slicks. Ele ficou furioso, perguntando à sua equipe: “Por que desistimos daquele lugar?”. P5 seria sua última vaga.

GRANDE PRÊMIO DA TURQUIA DE FÓRMULA 1 ROLEX 2021

Resultados da corrida

POSIÇÃO HORA PONTOS
1  Valtteri BOTTAS Mercedes 1:31:04.103 0
2  Max VERSTAPPEN Red Bull Racing +14.584s 0
3  Sergio PEREZ Red Bull Racing +33.471s 0
4  Charles LECLERC Ferrari +37.814s 0
5  Lewis HAMILTON Mercedes +41.812s 0

Isso promoveu Leclerc de volta ao top 3, mas ele foi ultrapassado por Perez na volta 52, o piloto da Red Bull conquistando a P3 e seu primeiro pódio desde a França. Leclerc terminou em quarto, já que Hamilton não conseguiu pegar o piloto da Ferrari nas voltas finais.

Pierre Gasly, da AlphaTauri, ficou em sexto, tendo dado de ombros uma penalidade de cinco segundos por uma colisão na Volta 1 que levou o titular da P5, Fernando Alonso, a uma volta. O próximo no placar foi Lando Norris, que foi um dos primeiros a disputar novos inters (na volta 35) e que ficou em sétimo tendo largado lá.

Carlos Sainz conseguiu uma recuperação brilhante para p8, já que as penalidades no motor o viram largar em 19º, o piloto da Ferrari subiu para os pontos na volta 14. Sua incursão na ordem foi um pouco prejudicada por um pit stop de 8,1s no final, sem o qual ele poderia ter sido em uma distância tocante de Norris à frente.

Lance Stroll terminou a P9 tendo largado em oitavo para a Aston Martin, subindo um lugar graças a uma passagem no P10 da Alpine, Esteban Ocon, faltando cinco voltas para o final. Ocon largou em 12º, mas fez dois lugares com Alonso e Yuki Tsunoda abandonando a disputa por pontos graças às respectivas rodadas.