Copa del Rey MAPFRE supera mais de 100 barcos dois meses antes da regata

0
44

A 39ª Copa del Rey MAPFRE terá início oficialmente no sábado, 31 de julho, sendo os dois primeiros dias reservados para a confirmação das inscrições dos participantes.

O evento é tradicionalmente disputado em Palma de Maiorca e reúne mais de 100 barcos anualmente. Em 2020, o troféu não foi realizado.

Na segunda-feira, 2 de agosto, será quando o primeiro dos seis dias de regata começa com um total de onze categorias em disputa: IRC, BMW ORC 1, BMW ORC 2, BMW ORC 3, ClubSwan 50, Swan 45, ClubSwan 42 , ClubSwan 36, Herbalife J70, a classe feminina da Mallorca Sotheby’s Cup feminina que navegará no J80 e a Maxis, que retornam ao evento de Maiorca como classe convidada.

A programação social, por sua vez, se concentrará este ano em três momentos-chave: a apresentação oficial aos meios de comunicação, o Jantar dos Armadores da MAPFRE e a cerimônia de entrega de troféus, cada um dos quais obedece estritamente às medidas de segurança.

O Real Club Náutico de Palma (RCNP) apresentou oficialmente a 39ª edição da Copa del Rey MAPFRE na semana passada.

O evento contou com a presença do presidente do Real Club Náutico de Palma, Emerico Fuster; o diretor territorial da MAPFRE na Catalunha e nas Ilhas Baleares, Ricardo Garzó; o prefeito de Palma, José Hila; o presidente da Autoridade Portuária das Ilhas Baleares, Francesc Antich Oliver; a Ministra de Assuntos Sociais e Esportes, Fina Santiago; a delegada do governo nas Ilhas Baleares, Aina Calvo; e o presidente da Real Federação Espanhola de Vela, Javier Sanz.

Será sem dúvida uma das edições mais esperadas depois que a regata foi cancelada no ano passado devido à crise de saúde causada pela Covid-19, como expressou Emerico Fuster, presidente da RCNP.

”A Copa del Rey MAPFRE não é apenas uma regata, mas um ícone do evento desportivo e social de Palma, Maiorca e Mediterrâneo, pelo qual me orgulho imensamente de apresentar esta 39ª edição hoje, após o ano difícil e complicado que todos vivemos”.

”Poder celebrar a Copa del Rey MAPFRE é mais um sinal de que aos poucos estamos voltando ao nosso modo de viver e, além disso, posso dizer-lhes de antemão como exclusivo desta coletiva de imprensa, que já ultrapassamos cem. registado, o que nos deixa muito satisfeitos porque era inimaginável no início deste ano”.