Projetos promovem o fomento do polo aquático no Nordeste

0
18
Foto: Rodrigo Leite

O polo aquático nacional registra diversos projetos direcionados à prática da modalidade na maior parte do País. As atividades nas piscinas brasileiras têm o intuito de fomentar o esporte e e trazer mais praticantes. No Nordeste, por exemplo, uma das entidades que mais se destaca é a AMPA – Associação Master de Polo Aquático.

Criada em 2002 por ex-jogadores da modalidade, a AMPA trabalha em conjunto com diversas clínicas que contam com a presença de jogadores de carreira internacional na modalidade, como Felipe Perrone, Roberto Calcaterra, Leo Sotanni, Dani Ballart, entre outros, além de organizar diversas competições em parceria com a Liga Brasileira de Polo Aquático (PAB).

Nos últimos meses, a AMPA tem trabalhado em conjunto com a Clínica de Verão Aracaju, na capital sergipana, ofertando aulas de iniciação ao Polo Aquático aos alunos de escolas públicas. A associação não tem fins lucrativos.

Polo Aquático é atração nas piscinas em Sergipe

Um dos projetos que ocorrem já em 2021 Aracaju (SE) é o Polo Aquático de Verão. Desenvolvido pela Associação de Polo Aquático local juntamente com a Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura do Governo de Sergipe, o evento começou nesta terça-feira (5) e vai até 12 de janeiro.

As atividades contam com mais de 60 jovens entre 6 e 18 anos de idade. O número de participantes tem aumentado a cada dia e possivelmente se encerrará com aproximadamente 80 crianças ao todo, divididas em três turmas.

“Fomos bem recebidos pelos organizadores do evento e encontramos a piscina lotada. 85 crianças se divertindo e aprendendo a pratica do polo aquático”, comentou Léo Paraíba, treinador do Clube Paineiras do Morumby.

“Essa é a função de nós, treinadores, das associações, das confederações entre outros: divulgar a modalidade pelo Brasil inteiro. Espero que tenhamos mais projetos como este não só aqui no nordeste, mas por todo o território nacional, e desta forma, crescer como uma potencia internacional do polo aquático”, finalizou.