Charal volta à Vendée Globe 2020 após reparos

0
40

A regata Vendée Globe registrou nesta terça-feira (17) o retorno do francês Jérémie Beyou (Charal) à competição.

O velejador, um dos favoritos ao título da volta ao mundo em solitário, foi obrigado a retornar para Les Sables-d’Olonne, onde foi a largada em 8/11, para reparar vários danos no Imoca.

Por força do regulamento, Jérémie Beyou tinha até quarta-feira, 18 de novembro, às 14h20, para voltar.

Ou seja, dez dias após a largada.

”A regata vai recomeçar de forma diferente para mim”, explicou o velejador, que foi terceiro na última Vendée Globe.

”Costumo dizer que a Vendée Globe é uma prova em equipe e eles têm mostrado que com força de vontade fazendo milagres”.

Ele investiu 15 milhões de euros em 4 anos nessa campanha.

Após oito dias de prova, o britânico Alex Thomson (Hugo Boss) tem a liderança provisória.

A flotilha passa por Cabo Verde.

Os franceses Jean Le Cam (Yes, We cam!) e Thomas Roût (LinkedOut) seguem na cola do britânico do Hugo Boss.

O compatriota deles Nicolas Troussel (Corum L’Épargne) abandonou a prova.