Blog do Repórter Adilson Pacheco – Pauta: Brasil vai ter barco nacional na Regata Ocean Race – Copa Suzuki em Ilhabela

0
169

 


 Blog do Repórter Adilson Pacheco
Adilson Pacheco, é editor dos sites mercadodenoticias, Regatanews
https://www.facebook.com/AdilsonPachecoReporter
Contato: jornalistaadilsonpacheco@gmail.com


Um sonho – foi em outubro de 2011 em Alicante, Espanha – que pela primeira vez – sentimos  sensação de estar diante de um timão ou roda do leme de um veleiro, o barco era o Telefônica.

Brasil 1 em Alicante
Mais tarde estivemos frente a frente com o lendário Brasil 1. O primeiro e único à participar de uma Ocean Race até então, pensei “*porque não?”, só fiquei na pergunta.
*Tradução de pensamento: Por que não entramos em um projeto deste, um segundo barco nacional!
Fundos: Brasil 1 em exposição/ Alicante/Espanha

Já no  Hotel Albaia, esbocei um projeto editorial “Regata News” – seria uma revista ou jornal voltado ao segmento de vela. Voltamos para o Brasil e colocamos o projeto no fundo da gaveta. Anos mais tarde, provocado por um amigo –  abraçamos o projeto do Regata News em forma de jornal impresso, depois de 14 edições foi transformado no site Reganews.com.br, hoje com mais de 10 mil seguidores – e como diz o amigo e jornalista Murilo Novaes – um dos canais da de mídia da vela brasileira.

Bom a nossa caminhada nas ondas da Ocean Race – se inicia em 1 de abril de 2010, ocasião que autoridades do município, estado e organizadores do evento assinam oficialmente:  Itajaí, como primeira parada brasileira da tal Ocean Race, a regata dos barquinhos como diziam os mais céticos.

Exatamente 10 anos depois

– a pergunta ressurgiu: “porque não”, – pensei, provoquei alguns amigos velejadores – mas durante cafézinho compartilhamos o sonho com duas articulistas de nossos sites – Laura e Jaqueline que de imediato abraçaram a ideia, veio depois o Ricardo, marido de Laura. E nascia assim a SCBrasil Esporte Náutico, cujo principal projeto é colocar o SCBrasil Race Team no mar junto aos demais na largada da Ocean Race em 2022.

durante cafezinho compartilhamos o sonho com duas articulistas de nossos sites – Laura e Jaqueline que de imediato abraçaram a ideia, veio depois o Ricardo, marido de Laura.

O Sonho vira realidade

 

Agora é oficial: Barco de Santa Catarina aparece entre os pré-inscritos da The Ocean Race

O site oficial da The Ocean Race publicou, nesta sexta-feira (6), a entrada de um barco brasileiro na regata de volta ao mundo.

Segundo a publicação, o veleiro será na classe IMOCA e tem o nome prévio de SC Brasil Esporte Náutico. Um grupo de empresários de Itajaí (SC) se mobilizou para realizar a campanha, que começa em 2022. O primeiro passo foi, de acordo com a empresa, pagar a inscrição.

A partir de agora, a SC Brasil Esporte Náutico passa a definir a equipe na regata e a busca por empresas patrocinadoras. O atleta olímpico e campeão da The Ocean Race Joca Signorini é o favorito para assumir o comando do veleiro.

A SCBrasil Esporte Náutico   é composta por quatro sócio; este jornalista, Adilson Pacheco, – Diretor Executivo, Ricardo Krobel – Diretor de Negócios, Jaqueline Gazaniga, Diretora Jurídica e Laura Porto, Diretora de Estratégia.

Uma campanha na regata de volta ao mundo em um IMOCA pode passar de 5 milhões de euros, o que na conversão atual supera 30 milhões de reais.

 


Primeira coletiva do time da

SCBrasil Esporte Náutico

 


Projeto

A idealização do projeto acontece num momento em que a economia mundial e, consequentemente, a brasileira, apresenta instabilidade em razão dos efeitos da pandemia da Covid 19.

O projeto tem alto poder de atração para as empresas e marcas com interesse de exposição mundial e geração de negócios, face à vocação náutica do estado e reconhecimento como polo brasileiro industrial e de turismo.

 

 

 

 

A participação tem por metas:

Vender a imagem de Santa Catarina é do Brasil nas 11 paradas – proporcionando  dar maior visibilidade para a indústria, comércio; turismo, local, estadual e nacional;

  • estimular o setor náutico esportivo local, regional, estadual e nacional ,
  • Criar Programa de Sustentabilidade volta a preservação dos Oceanos;
  • colocar o Brasil no topo da Copa do Mundo das Velas pelas próximas três edições;
  • Expor a indústria brasileira nos principais mercado com exposições e reuniões corporativas;

Os outros times confirmados na IMOCA são:

Offshore Team Germany (ALE);11th Hour Racing Team (EUA); Spanish Team (ESP); TR Racing (FRA); Paul Meilhat (FRA);Team Malizia Ocean Challenge (ALE); French Campaign (FRA); Tigress Racing (GBR); China Sports (CHN);

Asian Team Mission for the Future (European); Nuraxi Team Adelasia di Torres (ITA)

Há também equipes confirmadas na VO65:

W Ocean Racing (HOL);NZ Ocean Racing 22 (NZL);Ocean Racing GMBH (AUT);Sailing Poland (POL);Swedish Team (SWE);Team Baltic (LIT);Mirpuri Foundation Racing Team (POR);Team Mexico (MEX);Italia Sailing Team (ITA);

Gerador de economia

Leg 7 from Auckland to Itajai. Arrivals in Itajai. 03 April, 2018

Novidades da edição 2022-2023 é o maior envolvimento do Governo do Estado na organização do evento. Desta vez, a parada carregará o nome do estado e passa a se chamar Santa Catarina Itajaí Host City. A divulgação do Estado como destino turístico também será reforçada durante a regata, além de outras contrapartidas ambientais e esportiva.

Impactos econômicos

A última edição da The Ocean Race, nova identidade da Volvo Ocean Race, teve mais de R$ 83 milhões de impacto econômico em Santa Catarina – 28% a mais do que a parada de 2015. Ao todo, 75% desse montante ficou em Itajaí e região. O governo estadual arrecadou mais de R$ 5 milhões em impostos.

O setor hoteleiro do município foi o maior impactado, lucrando em torno de R$ 5 milhões com a disputa. A vinda da regata internacional também fez com que a rede hoteleira de Itajaí triplicasse o número de leitos para atendimento aos visitantes.

Copa Suzuki em Ilhabela

 

Foto: Aline Bassi / Balaio de Ideias

40 barcos e 400 velejadores: Yacht Club de Ilhabela sedia a 3ª etapa da Copa Suzuki com 20 anos de tradição

Yacht Club de Ilhabela sedia a 3ª etapa da Copa Suzuki com 20 anos de tradição. Expectativa é de pelo menos 40 barcos de todo o Brasil e em torno de 400 velejadores

Dois grandes nomes da vela brasileira confirmaram participação no Campeonato Brasileiro de Vela de Oceano nas classes IRC e BRA-RGS que será disputado no Yacht Club de Ilhabela (SP), entre os dias 20 e 22 de novembro. O evento tem o patrocínio da Suzuki Veículos, copatrocínio da GOFit e conta com o apoio e chancela da Associação Brasileira de Veleiros de Oceano.

Maurício Santa Cruz

Pentacampeão Mundial nas classes Snipe e J24, Maurício Santa Cruz estará no barco carioca na classe IRC, atual campeão Brasileiro em Búzios (RJ) no ano passado. Santinha, como é apelidado, tem ainda dois Ouros em Jogos Pan-Americanos em 2007 no Rio de Janeiro e 2011 em Guadalajara, no México, e duas participações Olímpicas em Sydney 2000 e Atenas 2004. Ele destaca as possibilidade do barco na busca pelo bicampeonato: “Vamos defender nosso título. A equipe está entusiasmada para o evento depois de uma grande vitória na classe IRC no 51º Circuito Rio. Esse evento promete pois teremos outros barcos competitivos que nunca competiram conosco. Já velejamos com o Danadão em Ilhabela (SP) e tem certos ventos que não ajudam o rating do barco e outros que ajudam bastante. Então será uma semana que dependerá da previsão, do nosso trabalho como equipe e uma boa tática. Esses três fatores vão determinar uma boa classificação”, disse Santa Cruz que irá como timoneiro e tático do barco comandado por Guilherme .

Crioula 29

Outro grande nome confirmado vem do barco gaúcho Crioula 29, com títulos em regatas tradicionais como a Punta del Este – Buenos Aires. O gaúcho Samuel Albrecht é atual medalhista de Bronze nos Jogos Pan-Americanos de Lima, na classe Nacra 17 e vai disputar sua terceira Olimpíada, em Tóquio, em 2021.


Blog do Repórter Adilson Pacheco – edição 1 – 17/11/2020 – 14:16