Vendée Globe vs The Ocean Race? Velejadores explicam

0
48

O mais recente vídeo da The Ocean Race mostra a diferença entre a volta ao mundo por equipes e a volta ao mundo em solitário, a Vendée Globe.

Quem acompanha o site tem visto uma cobertura intensa sobre os dois eventos, que utilizam barcos da IMOCA60.

A Vendée Globe é a volta ao mundo em solitário e sem assistência, nem stopovers.

Já a Ocean Race tem equipes envolvidas e tem como característica principal as paradas.

O vídeo da The Ocean Race publicado no domingo (8), data da largada da Vendée Globe tem depoimentos de velejadores que correram os dois eventos.

Traduzimos o conteúdo para melhor entendimento.

Jérémie Beyou, Sam Davies e Kevin Escoffier explicam as diferenças entre velejar sozinho na Vendée Globe e velejar com tripulação completa na Ocean Race. ⛵️🌍

Sam Davies (GBR)

”Existem toneladas de diferenças, é quase como dois esportes no mesmo esporte. Talvez a única coisa semelhante seja o tamanho do barco e o curso, então preparando o Vendée Globe, acho que a grande diferença é que vamos ficar por conta própria e temos que administrar o barco totalmente por conta própria pOR dois meses e meio e esse é um longo caminho. A The Ocean Race é totalmente tripulada e as pernas são mais curtas”.

Kevin Escoffier (FRA)

”Andar com o barco rápido é a mesma coisa, mas para que as manobras possam ter velocidade média fazer sozinho não é fácil, então tem que poder escolher o momento bom para fazer alguma navegação, para escolher o momento do descanso e a forma a ser o mais eficiente para obter a melhor velocidade média possível com o barco”.

Jérémie Beyou (FRA)

”Entre o uso de um barco de design único na Ocean Race e os protótipos em uma regata como a Vendée Globe, as preocupações são um pouco diferentes.

Acho que (fazer a regata oceânica com o Charal) será muito interessante, haverá a necessidade de adaptar o barco ergonomicamente, cockpit, vida a bordo, mas essencialmente, durante o treino navegamos com uma tripulação neste barco porque estamos mais eficiente, as manobras correm mais rápido, podemos cobrir mais ângulos, mais ajustes de vela, somos mais específicos na análise e cada vez que é um prazer velejar com uma equipe a bordo”

”Curiosamente, navegamos sempre 4 ou 5 a bordo, que é o número de tripulantes para a próxima The Ocean Race. Então, fazer essa regata será muito legal, desde o início estou convencido de que com os barcos Imoca será uma ótima escolha. Ainda não sei se poderei participar da The Ocean Race, mas estou confiante de que será uma prova fantástica também”.