Setembro Amarelo: a importância de prevenir a depressão

0
53

Segundo informações de 2012 da Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 800 mil pessoas cometem suicídio todos os anos no mundo, sendo essa a segunda causa de morte entre a faixa de 15 a 29 anos. Além disso, 75% dessas ocorrências estão em países de baixa e média renda. Para alertar sobre essa questão, foi criada a campanha Setembro Amarelo.

É importante destacar que esses casos são motivados, muitas vezes, pela depressão. Nesse sentido, é papel das empresas se conscientizar com esse movimento e realizar ações em prol da saúde mental no trabalho a fim de reduzir e evitar esse grave problema.

Abaixo, vamos mostrar a importância do Setembro Amarelo, como prevenir a depressão no ambiente de trabalho e quais são os programas da Sharecare voltados para a saúde mental.

Por que o Setembro Amarelo é importante?

O Setembro Amarelo foi criado em 2003 pela OMS e pela Associação Internacional para a Prevenção do Suicídio com o objetivo de prevenir o suicídio no mundo, alertando os países sobre a necessidade de implementar ações estratégias para lidar com o problema.

A divulgação do movimento é feita em 10 de setembro, que é o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. No Brasil, a campanha começou em 2015.

Por que os gestores devem ter atenção com o Setembro Amarelo? Porque a depressão e picos de estresse estão entre as causas que levam um indivíduo a tirar a própria vida, sendo que o ambiente de trabalho e o clima organizacional têm forte ligação com a saúde mental do colaborador.

É, portanto, fundamental o engajamento das organizações com essa causa para que programas voltados para o bem-estar das equipes sejam implementados, reduzindo os casos de depressão e, consequentemente, de suicídio.

Como prevenir a depressão no ambiente de trabalho?

O trabalhador passa, na maioria das vezes, mais tempo no trabalho do que em sua própria casa. Dessa maneira, as empresas devem se preocupar com diferentes aspectos voltados para o bem-estar e qualidade de vida de suas equipes.

É importante implementar ações que tenham como foco a saúde mental do colaborador, como as que apresentamos a seguir.

Ambiente organizacional adequado

O primeiro ponto é oferecer um espaço agradável para o trabalho, ou seja:

  • limpo e organizado;
  • com conforto térmico;
  • que tenha boa luminosidade;
  • que seja arejado;
  • equipado com mobiliário ergonômico;
  • com controle de ruídos.

Realização de pausas durante o expediente

É necessário também pensar na quantidade de horas de trabalho de cada colaborador e estabelecer pequenas pausas durante o expediente. A sobrecarga do profissional pode levar ao estresse e à ansiedade e isso, em longo prazo, pode levar à depressão.

Por isso, ao determinar intervalos, a empresa está cuidando da saúde mental das equipes, o que gera impacto na qualidade do trabalho e na produtividade.

Cultura corporativa saudável

A cultura corporativa também deve se voltar para essa questão. É necessário que a organização preze pelo respeito, harmonia e bom relacionamento interpessoal entre as equipes.

Os líderes devem inspirar e valorizar seus talentos, saber delegar tarefas de forma equilibrada, mediar conflitos e incentivar a troca de feedbacks. É uma forma de motivar e aumentar a autoestima do trabalhador, visto que ele sabe o que é importante para os resultados da empresa.

Política de benefícios

Por último, saiba que a satisfação das equipes não está relacionada apenas a bons salários. A empresa precisa também oferecer benefícios voltados para a saúde e qualidade de vida do seu colaborador, como o convênio médico. Assim, o profissional fica tranquilo, pois sabe que está amparado caso tenha qualquer problema de saúde.

Os custos com o plano de saúde corporativo são considerados altos para muitas organizações, porém, essa é uma estratégia que gera resultados positivos. Afinal, com incentivo para o trabalhador cuidar da própria saúde, evita-se turnover, faltas e afastamentos.

Como a Sharecare pode ajudar?

A Sharecare, empresa líder em inovação e digitalização da saúde, tem soluções que ajudam os gestores a adotar ações voltadas para a saúde mental de suas equipes. Veja a seguir.

Programa de Saúde Mental

Com o uso de questionários e softwares de gestão da saúde, é possível avaliar as características emocionais mais prevalentes nos colaboradores. Assim, é possível determinar a gravidade, controlar os riscos e sinalizar a melhor forma de suporte a essas pessoas, como cuidados médicos, apoio de equipe multidisciplinar, orientação de medidas de prevenção e até mesmo a telepsicologia.

O objetivo é que o gestor consiga auxiliar seu colaborador de maneira efetiva com ações bem direcionadas.

Sobre este programa, é preciso destacar ainda a parceria da Sharecare com a ePharma, que concede descontos aos beneficiários em mais de 1500 fármacos específicos para o tratamento de saúde mental — como ansiedade, depressão e burnout.

É possível obter até 80% de desconto em medicamentos-referência e também acesso a medicamentos genéricos gratuitos, ou seja, um incentivo para o engajamento do colaborador ao programa e ao tratamento.

 Coaching Preventivo

A Sharecare trabalha também com o Coaching Preventivo, ação que busca trazer qualidade de vida aos profissionais, incentivando a mudança de hábitos no dia a dia.

São medidas que promovem cuidados médicos, adesão medicamentosa, controle do estresse e da ansiedade e também prevenção da depressão — um dos objetivos do Setembro Amarelo.

É um cuidado que a empresa oferece a seus colaboradores voltado para o corpo e mente. Funciona assim: equipes multidisciplinares orientam sobre a importância da realização de atividades físicas, mudança de hábitos alimentares e também sobre ações para lidar melhor com as situações de estresse.

O Setembro Amarelo é uma campanha que precisa ganhar destaque não só na saúde pública, mas também nas empresas. Isso porque programas que evitam e controlam situações de estresse e casos de depressão são medidas fundamentais para evitar o suicídio, que é o foco desse movimento mundial.