Brasil ganha incentivo para um barco nacional na regata The Ocean Race

0
941
For EDITORIAL USE only, please credit: Rick Tomlinson/Volvo Ocean Race. Volvo Ocean Race overall public prize giving in St Petersburg Winners of the Volvo Ocean Race 2008-09, Ericsson 4, skippered by Torben Grael (BRA) are presented the Fighting Finish trophy The Volvo Ocean Race 2008-09 will be the 10th running of this ocean marathon. Starting from Alicante in Spain, on 4 October 2008, it will, for the first time, take in Cochin, India, Singapore and Qingdao, China before finishing in St Petersburg, Russia for the first time in the history of the race. Spanning some 37,000 nautical miles, visiting 11 ports over nine months, the Volvo Ocean Race is the world's premier ocean yacht race for professional racing crews. For all media enquiries please contact Lizzie Ward on +44 (0)1489 554 832 or email lizzie.ward@volvooceanrace.org. For all photographic enquiries, please contact Tim Stonton on +44 (0)1489 554 867 or email tim.stonton@volvooceanrace.org. For further images, please go to http://images.volvooceanrace.org

Adilson Pacheco – Editor

“Ficaríamos felizes em encorajar os velejadores brasileiros e qualquer tipo do projeto de equipe com a bandeira do Brasil”Johan Salén, Diretor Executivo da The Ocean Race

 

A contagem regressiva para mais uma edição da Regata The Ocean Race já está acontecendo oficialmente, os barcos largam do mar mediteterrâneo de Alicante, Espanha em outubro de 2022.  Neste adição, tem três diferenciais: a regata comemora 50 anos; duas categorias; pela terceira vez ganha um novo nome, criada como Whitbread Round the World Race em 1973-74, depois Volvo Ocean Race e atual The Ocean Race; um novo time no comando da organização – é também uma possibilidade: O Brasil com um barco nacional no esporte náutico profissional mais longo e difícil do mundo e um dos três grandes eventos do esporte, ao lado dos Jogos Olímpicos e da Copa América.

A Ocean Race, programada para começar em 2022, será disputada em duas classes dinâmicas de barcos: a classe IMOCA 60 de alto desempenho, foiling e a classe VO65 de design único que produziu corridas tão próximas e atraentes nas duas últimas edições de a corrida.

 

Os inscritos na classe IMOCA 60 competirão pelo troféu The Ocean Race, enquanto aqueles que competem nos VO65s irão perseguir o Troféu Ocean Race pelo VO65.

Pois é, a previsão de estar navegando no oceano atlântico brasileiro é para meados de abril de 2023, quando então a cidade catarinense de Itajaí, recebe pela quarta vez a regata volta ao mundo.

Fotoi:f Ainhoa ​​Sanchez / The Ocean Race

A Pandemia mundial foi um dos fatores que fez a data ser transferida de 2021 para 2022 pelos organizadores, Johan Salén, Diretor Executivo da The Ocean Race explica com exclusividade para o Regata News –.” Desde 1973, vemos a Ocean Race como um dos desafios mais difíceis do esporte. E isso é verdade se você é um velejador, uma equipe, uma cidade-sede, um parceiro de regata ou outro participante ou parte interessada. A preparação é a chave para o sucesso, mas todos nós perdemos um tempo significativo no primeiro semestre deste ano devido à pandemia de COVID-19. Após um processo rigoroso e tranquilo de consulta às partes interessadas, concluímos que uma forma de maximizar o potencial da regata é dando a todos mais tempo para se prepararem, portanto, a data de início da corrida será em outubro de 2022”

 

O Brasil até o momento ainda não teve nenhum barco inscrito para a próximo edição mas ganhou um parceiro incentivador “’Esperamos muito que seja esse o caso. Ícones brasileiros como Torben e Martine Grael são uma parte importante do patrimônio desta regata, sem falar nas paradas e na hospitalidade que temos desfrutado no Brasil ao longo dos anos. Ficaríamos felizes em encorajar os velejadores brasileiros e qualquer tipo do projeto de equipe com a bandeira do Brasil” concluiu.

O incentivo de Johan Salén, faz uma volta ao passado, quando na edição de 2005-2006 – o pais sul americano, participava daquela edição com um barco – o Brasil 1. E hoje, o veleiro –  se encontra em exposição na sede da The Ocean Race, em Alicante. O projeto foi idealizado pelo velejador Alan Adler – e foi capitaneado pelo Torben Grael, o barco chegou em terceiro lugar na competição.