Tip&Shaft entrevista Nathalie Quéré

0
588

“Velejar pode ajudar as empresas a se reconstruírem em torno de mensagens positivas”.

Leia a matéria na íntegra — https://www.tipandshaft.com/the-ocean-race/nathalie-quere-la-voile-peut-aider-les-entreprises-a-se-reconstruire-autour-de-messages-positifs/

Abaixo um pouco mais do perfil de Nathalie Quéré e suas análises publicadas pela Tip&Shaft com tradução para o português do blog A Bordo.

Nathalie Quéré é especialista em patrocínios e liderou parcerias com Alinghi (America’s Cup 2001-2003) e OC Sport (Vendée Globe 2008-2009 por Sébastien Josse).

No ano passado, ela foi diretora de marca AkzoNobel na Volvo Ocean Race.

Atualmente, Nathalie Quéré é consultora e diretora administrativa da W Ocean Racing

”Estamos preparando uma campanha para a próxima edição da The Ocean Race. Estamos à procura de parceiros, tivemos muitas discussões comerciais ao longo do ano passado, discussões muito avançadas, mas que foram suspensas um pouco por causa do vírus”, disse a especialista.

”Esperamos – e no momento não há indicações em contrário – que a regata ocorra no próximo ano. E estamos necessariamente atentos à situação da Vendée Globe, porque, mesmo que eu tenha visto que as coisas parecem confirmadas, as duas regatas estão ligadas”.

”Ainda temos o VO65 da AkzoNobel sob gestão, porque a escolha da AkzoNobel foi continuar demonstrando seu compromisso com o mais recente na Volvo Ocean através de passeios que organizamos em 2019 e 2020 para os clientes”.

”Esse momento é muito delicado, porque, diante dessa crise, hoje é muito difícil para as empresas planejarem ações em 2021 ou até 2022, que normalmente devem ser decididas nos próximos seis meses”.