Saiba quais são as etapas do Tour de France 2019: Principal prova de ciclismo do mundo começou sábado (6), com largada em Bruxelas, na Bélgica

0
409
Subida (Tour de France
Subida (Tour de France

A 106ª edição do Tour de France começa no próximo sábado (6), em Bruxelas, na Bélgica. A competição mais tradicional do ciclismo terá 396 atletas de 22 equipes para um percurso de 3.460 km passando por campos, vales e montanhas. A etapa final será no dia 28 de julho, na famosa avenida Champs-Élysées, em Paris. Até lá, serão 21 provas.

Ao todo, serão sete etapas consideradas planas, cinco de média montanha e sete de alta montanha, com cinco chegadas em subidas, além de um contra-relógio por equipes e outro individual, divididas em três semanas e 21 etapas.

A organização do Tour de France preparou um dos percursos mais difíceis da história, segundo as palavras do diretor da prova, Christian Prudhomme. ”Nosso desejo não é tornar as coisas mais difíceis, e, sim, mais variadas. Haverá menos montanhas fora de categoria do que nos anos anteriores, mas haverá mais montanhas médias, onde a prova é mais difícil de ser controlada”.

Convidado pelo L’Étape Brasil by Le Tour de France, o apresentador Bruno Vicari fez um dos trechos da prova no início de junho, pedalando 135 km e 4.563 metros de altimetria. O ciclista amador e jornalista da ESPN simulou a etapa 20 entre Albertville e Val Thorens. A ação teve apoio da OMINT por meio da plataforma ‘Pedalando pelo Mundo’. ”A equipe do L’Étape Brasil fez todo o planejamento para o desafio de pedalar nos Alpes. Foi experiência foi ótima!”, disse Bruno Vicari.

Com a chancela do tradicional Tour de France, o L’Étape Brasil mantém as características de uma parte da corrida francesa.

PRIMEIRA SEMANA

A primeira semana geralmente é marcada pelos estágios planos, onde os ciclistas velocistas disputam emocionantes chegadas roda a roda e o vencedor, muitas vezes, é conhecido apenas no photo finish. É o caso da primeira etapa, que larga em Bruxelas e termina na própria capital belga depois de 194,5 km.

Na segunda etapa, um contra-relógio por equipes de 27,6 km, também em Bruxelas, promete mexer na classificação geral. Já as duas primeiras montanhas de categoria 2 aparecem na quinta etapa, entre Saint-Dié-des-Vosges e Colmar, em território francês.

Porém, a maior expectativa da primeira semana está concentrada no sexto estágio, com 160,5 km, entre Mulhouse a La Planche des Belles Filles. Os ciclistas vão encarar sete montanhas seguidas, sendo duas de categoria 3, duas de categoria 2 e três de categoria 1, incluindo a chegada, com 7 km de extensão e inclinação média de 8,7%.

 

Subida
(Tour de France

 

SEGUNDA SEMANA

Depois do primeiro dia de descanso, em 16 de julho, a segunda semana começa com uma etapa plana de 167 km entre Albi e Toulouse. Mas o dia seguinte, no 12º estágio, marca a chegada do Tour de France às montanhas dos Pirineus. Serão 209,5 km entre Toulouse e Bagnères-de-Bigorre, com duas subidas de categoria 1 no Col de Peyresourde e no Hourquette d’Ancizan, além de 30 km de descida até a linha de chegada.

A 13ª etapa, por sua vez, será completamente diferente. Um contra-relógio individual de 27,2 km num circuito montado na cidade de Pau. O destaque fica para a rampa de 17% de inclinação no último quilômetro que pode atrapalhar a vida dos favoritos.

Mas o dia mais esperado dos Pirineus certamente será na 14ª etapa. Um estágio curto e explosivo, de 117,5 km, porém, com a chegada no alto do lendário Tourmalet. Serão 19 km ladeira a cima e uma inclinação média de 7,4% na montanha que é escalada pelo pelotão do Tour de France desde 1910.

 

Ciclistas
(Tour de France

TERCEIRA SEMANA

Por fim, a terceira e decisiva semana não dará refresco à caravana amarela. Serão três dias seguidos intensos nas duras montanhas dos Alpes, próximo às divisas com Itália e Suíça, onde o campeão deverá ser definido. A 18ª etapa terá 208 km entre Embrun e Valloire. Porém, no meio do caminho, estarão o Côte des Demoiselles Coiffées (categoria 3), Col de Vars (categoria 1), Col d’Izoard (fora de categoria) e o também lendário Col Du Galibier (fora de categoria), com 23 km de ascensão e 5,1% de inclinação média. Mas o destaque também fica para uma descida técnica e perigosa de 19 km até Valloire.

A etapa seguinte, com 126,5 km entre Saint-Jean-De-Maurienne e Tignes, terá o prêmio Henri Desgrange no alto do Col de I’Iseran, a mais alta montanha desta edição do Tour de France, com 2.770 metros de altitude. Desgrange foi o primeiro ciclista a vestir a camisa amarela, que foi criada na edição de 1919.

Para fechar o ciclo nos Alpes, a 20ª etapa é considerada a mais decisiva, com 130 km entre Albertville e o alto do Val Thorens. Além das escaladas anteriores no Cormet de Roselend (categoria 1) e no Côte de Longefoy (categoria 2), a subida final terá longos e desgastantes 33,4 km de extensão, com 5,5% de inclinação média. A última oportunidade para os escaladores tentarem deixar os adversários para trás e decidir quem vai vestir a camisa amarela no último dia de festa em Paris.

Confira abaixo todas as etapas do Tour de France 2019:

1ª Etapa (06/07): Bruxelas (Bélgica) / Bruxelas – 194,5 km. (Etapa plana)

2ª Etapa (07/07): Bruxelas, Palácio Real (Bélgica) / Bruxelas, Atomium – 27,6 km. (Contra-relógio por equipe)

3ª Etapa (08/07): Binche (Bélgica) / Épernay (França) – 215 km. (Média montanha)

4ª Etapa (09/07): Reims / Nancy – 213,5 km (Etapa plana)

5ª Etapa (10/07): Saint-Dié-des-Vosges / Colmar – 175,5 km (Média montanha)

6ª Etapa (11/07): Mulhouse / La Planche des Belles Filles – 160,5 km (Alta montanha)

7ª Etapa (12/07): Belfort / Chalon-sur-Saône – 230 km (Etapa plana)

8ª Etapa (13/07): Mâcon / Saint-Étienne – 200 km (Média montanha)

9ª Etapa (14/07): Saint-Étienne / Brioude – 170,5 km (Média montanha)

10ª Etapa (15/07): Saint-Flour / Albi – 217,5 km (Etapa plana)

 

Descanso (16/07): Albi

11ª Etapa (17/07): Albi / Toulouse – 167 km (Etapa plana)

12ª Etapa (18/07): Toulouse / Bagnères-de-Bigorre – 209,5 km (Alta montanha)

13ª Etapa (19/07): Pau / Pau – 27,2 km (Contra-relógio individual)

14ª Etapa (20/07): Tarbes / Tourmalet (Barèges) – 117,5 km (Alta montanha)

15ª Etapa (21/07): Limoux – Foix (Prat d’Albis) – 185 km (Alta montanha)

Descanso (22/07): Nîmes

16ª Etapa (23/07): Nîmes / Nîmes – 177 km (Etapa plana)

17ª Etapa (24/07): Pont du Gard / Gap – 200 km (Média montanha)

18ª Etapa (25/07): Embrun / Valloire – 208 km (Alta montanha)

19ª Etapa (26/07): Saint-Jean-de-Maurienne / Tignes – 126,5 km (Alta montanha)

20ª Etapa (27/07): Albertville / Val Thorens – 130 km (Alta montanha)

21ª Etapa (28/07): Rambouillet / Paris (Champs-Élysées) – 128 km (Etapa plana)

 

Mais:

Site oficial – https://www.letapebrasil.com.br/

Facebook – https://www.facebook.com/letapebrasil/

Instagram – https://www.instagram.com/letapebrasil/

Youtube – https://www.youtube.com/channel/UCKq1bBlIu2szJDU-oj4McuQ

Strava – https://www.strava.com/clubs/l-etape-brasil-by-tour-de-france-153318