Squash: Guilherme Melo vence egípcio em torneio do PSA Challenger Tour na África do Sul

0
308
Foto: On Board

Após contusão que tirou Melo do torneio em Joanesburgo, o brasileiro estreia com vitória no Aberto da Cidade do Cabo

Guilherme Melo (Clube Ypiranga / David’s) venceu o egípcio Youssef Hisham em 50 minutos, com parciais de 9-11, 11-7, 11-8, 8-11, 11-2 e segue na disputa do Keith Grainger Memorial UCT Open 2019, sediado na Universidade da Cidade do Cabo, na África do Sul.

O brasileiro enfrenta nesta terça-feira o experiente francês Fabien Verseille, cabeça número 5 do torneio e atual número 161 do mundo, às 17h (horário local).

Com 35 anos, Verseille é um dos principais jogadores da França no PSA World Tour e será um adversário bem complicado para Melo.

“Apesar de não estar 100% consegui vencer o egípcio por 3 a 2. Tive muita dificuldade para me movimentar durante o jogo e mesmo assim o adversário não conseguiu levar vantagem da minha fragilidade física. Praticamente fiz todo o jogo mancando e foquei em errar o mínimo possível. A estratégia acabou dando certo e eu venci.” explicou Melo.

Na última semana, o brasileiro foi derrotado na primeira rodada no Aberto de Joanesburgo, após contusão durante a partida contra o nigeriano Abdulrahaman Yusuf. Melo vencia com tranquilidade, com parcial de 11-2 no primeiro game, porém, sentiu uma lesão no pé direito no início do segundo game, o que comprometeu sua performance até o fim da partida.

“Infelizmente tive uma contusão no tendão do meu pé direito. Não abandonei o jogo, mas não consegui manter o mesmo ritmo contra um adversário que não estava me criando problemas. Fui atendido pelo médico e decidi finalizar o jogo mesmo com dificuldades de colocar o pé no chão. Passei a semana com muito gelo no pé e tomando anti-inflamatório para poder ao menos disputar o segundo torneio na Cidade do Cabo.”

Após atendimento médico de três minutos, o brasileiro decidiu ficar em quadra para não perder os pontos do ranking e acabou sendo derrotado por 1-3 pelo nigeriano.

Apesar das dificuldades, a vitória na Cidade do Cabo contra o egípcio Hisham eleva a confiança do paulista de 28 anos. Melo busca chegar ao top 300 ainda neste semestre e bons resultados nos torneios do PSA Challenger Tour são importantíssimos para este objetivo.

Melo também falou sobre o confronto desta terça-feira. “Joguei na primeira rodada com algumas fitas para suportar a dor. Entro em quadra sabendo da minha limitação física e tentarei fazer um bom jogo. Não sei como meu pé responderá. Sinto que estou melhor, mas longe do ideal. A ideia é jogar com a cabeça e evitar uma lesão mais séria. Vou tentar dar meu melhor de acordo com minhas condições, mas tentarei surpreender o francês. Será um jogo difícil.”

Após a conclusão do evento em Cidade do Cabo, Guilherme Melo retorna à São Paulo para nova série de treinamentos com o coach Júlio Casado, desta vez com foco na seletiva dos Jogos Pan-Americanos de Lima e o prosseguimento da temporada 2019-20.

“Vou avaliar a real gravidade desta lesão em São Paulo e farei um tratamento para focar totalmente minha cabeça para o principal objetivo do ano que é a seletiva para os Jogos Pan-Americanos de Lima. Acredito que voltando ao Brasil, no máximo dentro de duas semanas estarei novamente em perfeitas condições para seguir no foco desta vaga.” finalizou Melo.