Fórmula E: Félix da Costa espera bom desempenho no ePrix da Cidade do México

0
1

2018 Santiago E-prix

Neste sábado será disputado a quarta etapa da temporada 2018-19 da Fórmula E. Após ter vencido a prova de abertura do campeonato, em Ad Diriyah na Arabia Saudita, o português Antonio Felix da Costa chegou a liderar a corrida seguinte em Marrakesh, mas acabou se envolvendo em um acidente com o companheiro de BMW i Andretti, Alexander Sims, e não foi bem em Santiago.

Ainda assim, Félix da Costa ocupa a terceira colocação no campeonato, empatado com Robin Frijns e Jean-Eric Vergne com 28 pontos, e acredita que pode conquistar pontos neste fim de semana na Cidade do México:

“Essa será uma corrida especial para mim. O público mexicano é apaixonado, e o fato de eu ser português e falar um pouquinho de ‘portunhol’ nos aproxima mais, torna a corrida especial de fato. É uma pista que andamos bem no ano passado, fomos a Super Pole, e este ano com um carro melhor, uma equipe melhor preparada, temos a chance de ter um bom fim de semana e lutar pelos primeiros lugares. Vamos ver o que conseguimos fazer”, comentou o piloto português.

Félix da Costa também comentou a respeito da evolução da Fórmula E desde a primeira etapa da categoria: o piloto português está presente no mundial de carros elétricos desde a estréia.

“Realmente a evolução foi impressionante. Na primeira vez que as equipes levaram os carros da Fórmula E para correr em Londres, pude participar do teste e foi complicado para mim, pois não tinha conseguido entrar na F1 e estava um pouco assustado. Se me perguntassem naquela época se imaginava que a Fórmula E chegaria ao nível em que está nos dias atuais, com certeza não imaginaria. Afinal, é só olhar a qualidade do grid atual, com pilotos que fizeram sucesso na F1, DTM, entre outras categorias, e com todas essas fabricantes. E o que me deixa contente, é que ainda tem uma margem muito grande para evoluir, e isso me deixa ansioso para ver até onde a categoria pode chegar”, revelou Felix da Costa.