Influenciadora política, Rosangela Lyra, volta a falar!

0
659

 

Rosangela Lyra, inicia a segunda temporada de conversas sobre o atual cenário político brasileiro/ Foto: Iara Morselli
Rosangela Lyra, inicia a segunda temporada de conversas sobre o atual cenário político brasileiro/ Foto: Iara Morselli

Política para Crianças, Design Político para Mulheres e Economia Criativa serão alguns dos temas deste mês nas transmissões ao vivo da especialista no Instagram

A empresária, ativista e influenciadora política, Rosangela Lyra, iniciou na segunda-feira (04), às 20h, a segunda temporada de conversas sobre o atual cenário político brasileiro e o papel da sociedade após as eleições, através de transmissões ao vivo em seu perfil no Instagram – @rolyra.

Paulo Tadeu, apresentador e co-roteirista do canal Política para Menores, é o primeiro convidado do mês, para um bate papo sobre a importância de ensinar política para crianças.

A live de de segunda feira foi Paulo Tadeu, apresentador e co-roteirista do canal Política para Menores, foi o primeiro convidado do mês para um bate papo sobre a importância de ensinar política para crianças.

Confira a agenda de convidados confirmados no mês de fevereiro:

11/02 (segunda-feira), 20h

Elena Landau, economista, advogada e Presidente Nacional do Livres.

Tema: Economia e liberalismo na nova gestão.

18/02 (segunda-feira), 20h

Eduardo Mufarej, empresário.

Tema: Renovação do Congresso e projetos RenovaBr.

25/02 (segunda-feira), 20h

Patrícia Penna, empresária de designer, empreendedora em cursos de formação política para mulheres e umas das pioneiras na economia criativa.

Tema: Design Político para Mulheres e Economia Criativa.

Rosangela Lyra é líder do Movimento Política Viva, que se propõe a aproximar políticos da sociedade. Gerencia grupos de Whatsapp com cinco mil participantes que discutem política de um jeito inteligente e suprapartidário.

Junto com Norton Gomes, ela também apresenta o canal Política Viva, com o objetivo de colaborar com o amadurecimento político da sociedade, ajudar o eleitor a fazer as melhores escolhas, preservar a nossa jovem democracia, construir pontes entre os dois polos e defender bons projetos.


Fonte: Gabriela Andrade – Tudo em Pauta