Pesquisa Fecomércio e FCDL/SC – Itajaí tem menor gasto médio na Páscoa em Santa Catarina

0
331

foto 1 (1) (1) (1) (1) (1) (1)

 

Os consumidores de Itajaí foram os mais econômicos com os gastos na Páscoa deste ano em Santa Catarina. A cidade registrou a menor média por compra (R$ 76,90), abaixo do verificado em nível estadual – R$ 100,97, conforme a pesquisa de resultado de vendas realizada pela Fecomércio SC e Federação da CDLs de Santa Catarina. O resultado é reflexo da inflação elevada, que compromete a renda das famílias, e da percepção sobre a deterioração do mercado de trabalho.

“Com o aumento dos custos de 2015 para cá, os empresários já esperavam uma Páscoa menos doce, tanto que adequaram seus estoques e usaram estratégias diferenciadas para atrair as famílias, com promoções, brindes e formas de pagamento mais facilitadas. Em comparação aos meses comuns do ano, tivemos um aumento de quase 10% nas vendas”, avalia o presidente da Fecomércio SC, Bruno Breithaupt.

“Os catarinenses foram conservadores nos gastos, como esperávamos, mas não deixaram de comprar”, acrescenta Ivan Tauffer, presidente da FCDL/SC. “Os empresários do varejo estão promovendo um esforço histórico para fomentar as vendas e manter os empregos”, observou.

Com o panorama de retração nas vendas e na receita, os empresários de Itajaí dispensaram a contratação de temporários no período, enquanto 5,7% no estado reforçou o atendimento para a data. A opção de pagamento mais usada em Itajaí foi à vista no cartão de crédito (31,3%), seguido pelo parcelamento (28 1%). Conforme 69% dos empresários, a frequência da pesquisa de preço foi considerada baixa e apenas 31% avaliaram como alta. Outro indicador importante para verificar a performance da data é o percentual dos produtos que sobraram. Neste ano, quase metade (49,5%) do estoque inicial não foi vendido, um dos piores desempenhos no estado.

A pesquisa foi realizada com 351 empresas do comércio de Santa Catarina, dividida nas cidades de Lages, Chapecó, Itajaí, Blumenau, Joinville, Criciúma e Florianópolis.

Avaliação do Consumidor


 

12,2% dos consumidores desistiram de adquirir produtos para a data – 3,4% acima do que no ano passado, conforme o relatório de avaliação do consumidor, que detalha a experiência de compras dos catarinenses na Páscoa. O resultado está associado ao contexto econômico do país, que se agravou nos últimos 12 meses, com retração da renda e diminuição do acesso ao crédito.

Embora o chocolate lidere o ranking dos produtos mais procurados no período, com 84,7%, um percentual de 15,3% presenteou com itens de segmentos diversos, como vestuário/calçados (9,2%) e brinquedos (5%). A economia falou mais alto e a maioria optou por caixas de bombom e barras de chocolate (52%), no lugar dos tradicionais ovos (42,1%).

Aqueles que presentearam com vestuário e calçados foram os que mais gastaram (R$ 155,60), seguidos pelos consumidores que compraram chocolates (R$ 106,08) e brinquedos (R$ 93,26). Os principais locais para as compras foram os supermercados (60,7%) e as lojas de rua (28%). O atendimento do comércio foi bem avaliado (com nota 8,55), onde o melhor atributo foi a cordialidade (8,70), seguido pela clareza do atendente (8,54).

Fonte: palavracom.com.br



 *EDIÇÃO DA REDAÇÃO/ EDITORIAL EDITION

*Edição – Adilson Pacheco
MTB: 0002362/SC
E-mail: adilsonpachecoredacao@gmail.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/adilson.pacheco.75
Facebook: https://www.facebook.com/Regata-News-698702346874230/?fref=ts
Issuu: https://issuu.com/regatanew_sc