Pernambuco : Patoruzu vence tradicional regata Atapuz/Recife

0
172

pe (1)

Considerada uma das regatas mais esperadas pelos velejadores de oceano de Pernambuco, a João Batista de Queiroz é um marco anual de encontro quase que obrigatório dos velejadores desta classe


 

Edição – Adilson Pacheco
Fonte – Maurício Júnior
Comunicação do Cabanga
Post -9/11 – 07:55


A embarcação Patoruzu, de Higínio Marinsalta, conquistou, neste domingo (8), a tradicional XXXIII Regata João Batista de Queiroz – Atapuz/Recife, com 25 milhas de percurso. O segundo lugar ficou com a embarcação Aloha e a terceira posição com o barco Jahú. Dezessete veleiros de Oceano participaram da prova, que também foi válida pela décima etapa do Campeonato Pernambucano de Veleiros de Oceano 2015, nas classes Oceano RGS A, RGS B (ambas da categoria monocasco) e Classe Mocra (multicasco).

Assim como nos últimos anos, a premiação da edição 2015 só será realizada no próximo ano. De acordo com Carlos Marrocos, do catamarã Yakare e coordenador do evento, João batista de Queiroz, idealizador da prova, criou essa regra para forçar que os campeões de cada ano estivessem presentes na edição do ano seguinte. Assim, além de irem receber o prêmio, os campeões do ano anterior disputariam a prova para defender o título mais uma vez.

A partida dos barcos aconteceu às 11h da Barra de Catuama, na praia de Atapuz, Litoral Norte de Pernambuco. Até o fechamento desta matéria apenas nove barcos haviam cruzado a linha de chegada.

Considerada uma das regatas mais esperadas pelos velejadores de oceano de Pernambuco, a João Batista de Queiroz é um marco anual de encontro quase que obrigatório dos velejadores desta classe. A regata consegue unir os regateiros e os cruzeiristas em um evento com muita animação e descontração todos os anos. João Batista de Queiroz foi velejador e sócio do Cabanga Iate Clube de Pernambuco. Amante da vela criou a regata depois que adquiriu uma casa em Atapuz.