Luna Hardman, bicampeã mundial de bodyboarding, chega nesta terça-feira (28) pela manhã, em Vitória (ES)

0
45

A atleta conquistou seu segundo título da categoria Pro Junior em Antofagasta, no Chile, e será recebida com festa no aeroporto

A capixaba Luna Hardman embarcou nesta segunda-feira (27) para o Brasil, trazendo na bagagem o bicampeonato mundial Pro Junior de Bodyboarding. O título de 2024 foi conquistado na quinta-feira (23), em Antofagasta, no Chile, no Antofagasta Bodyboard Festival. Luna viaja do Chile para São Paulo e, nesta terça-feira (28) pela manhã, segue para Vitória (ES). O voo tem chegada prevista para 9h10 (Latam 3330).

Luna, 18 anos, conquistou o primeiro título mundial da categoria em 2022. Este é o seu último ano na Pro Junior e, agora, foca exclusivamente na Profissional. A capixaba encerrou a temporada como a primeira do ranking mundial da Pro Junior, com 3.720 pontos, e é a segunda colocada na Profissional, com 4.770 pontos. A carioca, radicada no Espírito Santo, Maíra Viana, lidera com com 4.845 pontos.

Luna, destaque da nova geração, é filha de Neymara Carvalho, pentacampeã mundial e dez vezes campeã brasileira. Os amigos de Luna e Neymara estão preparando uma recepção no aeroporto.

“Esse segundo título mundial para mim foi muito importante. Era a minha maior meta para 2024. Eu trabalhei muito, eu treinei muito. Fiz uma preparação psicológica. Nada melhor do que encerrar a minha participação na categoria Pro Junior dessa forma. Então, estou muito feliz do meu início no esporte ter sido nessa categoria, em nível mundial”, destaca Luna, patrocinada pela ArcelorMittal e apoiada pelo Instituto Neymara Carvalho.

“Agora me despeço dessa categoria, que foi muito importante para mim. Fico feliz de várias meninas da nova geração estarem aparecendo, falando que eu inspirei. E para a categoria profissional, meu foco vai ser total. Vamos atrás desse título. Sempre com o pé no chão e vendo o que nos aguarda no futuro”, completa a atleta, que conquistou o título após uma disputa muito equilibrada com a portuguesa Luana Dourado.

Luna começou a competir aos 12 anos. Mas, vive o bodyboarding desde muito antes disso, com a mãe como exemplo. Neymara participou de disputas até os cinco meses de gravidez. No ano passado, a jovem capixaba, cujo pai é o surfista Daniel Hardman, conquistou uma das etapas do Circuito Brasileiro, seu primeiro resultado como profissional.

Rede Social:
Instagram: @lunahardman
                   @neymaracarvalho 
                   @institutoneymaracarvalho

Foto: @bodyboarding_style / Divulgação