Projeto Capoeirando atende 200 jovens em cidade baiana

0
34

Na cidade litorânea de Conde, na Bahia, o Projeto Capoeirando se destaca como uma ferramenta de transformação social. Com o intuito de promover a inclusão e preservar a rica herança cultural afro-brasileira, a iniciativa já beneficia 200 participantes com idade entre 6 e 17 anos.

O projeto oferece aulas gratuitas para crianças e jovens, proporcionando não apenas instrução na arte da capoeira, mas também valores como respeito, disciplina e trabalho em equipe.

A capoeira, uma manifestação cultural que mescla dança, luta e música, tem um papel fundamental na história e identidade do povo brasileiro, especialmente na Bahia. Neste contexto, o Capoeirando desempenha um papel crucial na preservação e na promoção dessa herança ancestral.

Além de proporcionar atividades físicas e culturais, o projeto também se destaca por seu impacto social. Muitos participantes relatam uma melhora significativa na autoconfiança, no desempenho escolar e nas relações interpessoais após ingressarem nas aulas de capoeira.

Hagmar Madeira, fundador da De Peito Aberto, entidade responsável pela realização do projeto, compartilha sua visão sobre o projeto: “A capoeira é muito mais do que uma simples prática esportiva. É uma ferramenta de empoderamento e transformação. Estamos comprometidos em oferecer oportunidades para que nossos participantes cresçam não apenas como capoeiristas, mas como cidadãos conscientes e respeitosos.”

O Capoeirando é realizado pela De Peito Aberto com patrocínio da Ferbasa, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, e apoio da Prefeitura de Conde.