Jenna Gray e Peña, do Gerdau Minas, mostram confiança para a final da Superliga feminina

0
37
jeena gerdau minas

Atletas estrangeiras agenciadas da Pro Sports Brazil entram em quadra no próximo domingo, às 10h, em Recife (PE), para a final do campeonato contra o Praia Clube

A grande decisão da Superliga feminina 2023/2024 se aproxima. No próximo domingo (21), às 10h, em Recife (PE), Gerdau Minas e Dentil Praia Clube se enfrentam pela quarta vez consecutiva na final do principal campeonato do vôlei brasileiro. Mais uma vez, a Superliga terá jogo único na decisão.

Do lado minastenista, o time busca o sexto título em sua história e, para isso, conta com duas estrangeiras, agenciadas da Pro Sports Brazil, que brilharam na temporada e foram peças fundamentais na campanha até a final: Yonkaira Peña, da República Dominicana, e Jenna Gray, atleta dos Estados Unidos.

A ponteira Peña faz a sua segunda temporada pelo Gerdau Minas. Em 2022/2023, a jogadora terminou a Superliga com o vice-campeonato, após derrota para o Praia Clube na decisão. Apesar de um possível clima de revanche para o clássico mineiro, Peña afirma que prefere abandonar o passado e focar em uma nova história.

“Pelo menos para mim, a decisão do ano passado já ficou para trás! Temos que pensar que em um novo jogo, uma nova final e uma outra história”, diz Peña.

“Estamos muito focadas, treinando e estudando ao máximo o nosso adversário. Então a expectativa é de fazer o nosso melhor jogo da Superliga para levar esse troféu. Nosso bloqueio tem correspondido muito bem, acredito que seja uma das nossas forças para a partida. Além disso, acredito que a defesa e os contra-ataques serão o nosso diferencial para vencer”, completa a ponteira dominicana.

Já a levantadora norte-americana Jenna Gray, que chegou ao Minas do voleibol francês, busca o principal título do Brasil em seu primeiro ano no país. Além da dificuldade de se adaptar a um novo clube e elenco, Jenna teve o desafio de superar ao longo da temporada uma fratura no tornozelo esquerdo, em dezembro, antes do Mundial de Clubes da China.

Apesar dos percalços, a jogadora se reergueu e assumiu com maestria a titularidade na equipe, tornando-se cérebro do time com suas jogadas aceleradas e uma das principais levantadoras da Superliga.

“Estou muito orgulhoso da nossa temporada até agora! Lutamos contra um cronograma extremamente difícil e fomos desafiados tantas vezes. Acho que isso nos preparou para uma grande final contra o Praia. É sempre uma batalha entre nós, então espero nada menos do que uma grande partida!”, afirma Jenna.

“Quase todas as partidas entre nós e o Praia duraram 5 sets. Por isso, acho que será fundamental nos unirmos mais em equipe nos momentos difíceis e confiarmos uns nos outros para vencer essa decisão. Foi uma temporada ‘montanha-russa’, passamos por tantas coisas juntas, então acho que vencer seria a recompensa perfeita pela nossa resiliência”, finaliza a norte-americana.

Sobre a Pro Sports 

A Pro Sports foi fundada em janeiro de 2005 e orgulha-se de participar ativamente do esporte de alta performance no Brasil e no exterior sempre com valores éticos e profissionalismo. A agência trabalha com gerenciamento de carreira de atletas profissionais, planejamento e gestão em projetos esportivos e consultoria. 

Os agentes da Pro Sports são responsáveis pelo gerenciamento completo dos profissionais representados, ou seja, negociação de propostas e contratos, consultoria jurídica, planejamento financeiro e gerenciamento de imagens.

Os atletas do Pro Sports são apresentados em todo o mundo com a ajuda de ferramentas de captura e edição de vídeo, estatísticas online e contatos contínuos com os principais líderes esportivos do mundo. 

Mais informações em prosportsbrazil.com.br

Foto: Divulgação/Gerdau Minas