Martine e Kahena aprovam treinos e aceleram a preparação para Paris 2024

0
51

Bicampeãs olímpicas estão em Lanzarote, na Espanha, em período de treinamentos com foco no Campeonato Mundial, que acontecerá entre 4 e 10 de março

A preparação das velejadoras Martine Grael e Kahena Kunze está em ritmo acelerado nas águas de Lanzarote, na Espanha. As atuais bicampeãs olímpicas da classe 49erFX estão satisfeitas com os testes de materiais no local que receberá o Campeonato Mundial, entre os dias 4 e 10 de março. A competição será um esquenta para os Jogos Olímpicos de Paris, marcados para julho.

Nesta semana, a dupla disputou uma regata treino e pôde colocar em prática um pouco do que vem treinando. As condições climáticas clássicas das Ilhas Canárias, com bom vento, ondas, sol e calor, são um fator atrativo. Diante do alto nível das adversárias de 49erFX, as atletas sabem que cada detalhe pode fazer a diferença.

“O ano já começou intenso. Temos feito um trabalho bem focado no Mundial e com os Jogos Olímpicos no radar. Sabemos que vai passar muito rápido. O teste de materiais é muito importante nesse momento estamos satisfeitas. Um diferencial deste ciclo é que chegaremos a Paris conhecendo bem a raia. Por causa da pandemia, não pudemos fazer isso no outro ciclo”, lembrou Martine.

“Nossos primeiros meses do ano estão sendo de muito trabalho. Aqui em Lanzarote temos a oportunidade de nos testar contra as melhores do mundo e procuramos os ajustes que podem fazer a diferença no Mundial e nos Jogos Olímpicos”, destaca Kahena.

As velejadoras asseguraram a classificação para Paris  2024 em novembro do ano passado, durante os Jogos Pan-Americanos de Santiago, no Chile. Em seguida, fizeram uma sessão de treinos em Búzios, em dezembro. Agora, as atletas e sua equipe técnica trabalham para ajustar detalhes para tornar o barco cada vez mais competitivo contra as melhores equipes do mundo.

A terceira campanha olímpica

Martine e Kahena aceitaram o desafio de encarar a terceira campanha olímpica juntas, em busca do tri inédito na vela brasileira, e não se cansam de superar marcas. No ciclo olímpico de Paris 2024, elas lidam com o desafio de se adaptar às mudanças nos equipamentos da classe e se manter no mais alto nível, diante de uma concorrência cada vez mais forte.

Para isso, contam com uma equipe de ponta, composta por referências na vela internacional. O espanhol Pepe Lis e a brasileira Martha Rocha são os treinadores. A dupla tem o suporte do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e da Confederação Brasileira de Vela (CBVela) para toda sua preparação.

Sobre Martine Grael e Kahena Kunze

Uma das parcerias mais vitoriosas da vela mundial, Martine e Kahena têm mantido o Brasil no patamar dourado da modalidade nas últimas décadas. Em busca do tricampeonato olímpico, as velejadoras contam com o patrocínio de Prada, Energisa, Magic Marine, Gottifredi Maffioli e Sertrading, além de serem apoiadas pelos programas Bolsa Atleta e Lei de Incentivo ao Esporte (LIE) e CBVela.

Filhas dos icônicos Torben Grael e Cláudio Kunze, respectivamente, Martine e Kahena conquistaram o primeiro título juntas em 2009, o do Mundial Júnior da classe 420. Após quatro anos em rumos distintos, elas retomaram a dupla em 2013 e trilharam um caminho de sucesso, que teve como pontos altos os ouros nos Jogos Olímpicos Rio 2016 e Tóquio 2020, além do título mundial de 2014, os vice-campeonatos mundiais de 2013, 2015, 2017 e 2019, e a conquista dos Jogos Pan-Americanos Lima 2019, entre outros.

Foto: Divulgação