Presidente do COB prestigia Equipe Brasileira de Vela em Búzios (RJ)

0
80

Paulo Wanderley está em Búzios (RJ) para acompanhar a estreia do Mundial da Juventude de vela 2023

O presidente do COB – Comitê Olímpico Brasileiro está presente na 52ª edição do Mundial da Juventude, que começa nesta segunda-feira (11) em Búzios (RJ). Convidado pela CBVela – Confederação Brasileira de Vela, Paulo Wanderley se reuniu com os 13 atletas brasileiros que disputarão medalhas nesta semana.

A competição para a nova geração ocorre anualmente e neste ano mais de 400 velejadores de 62 países participam das regatas no litoral fluminense. É a segunda vez que o Brasil e Búzios sediam o principal campeonato da vela jovem do planeta

O mandatário do COB e Marco Aurélio de Sá Ribeiro da CBVela visitaram primeiro as instalações das sedes no Iate Clube de Búzios e no Búzios Vela Clube e viu de perto toda a estrutura montada pela World Sailing e pela entidade brasileira no evento para atletas de até 19 anos.

Além de entregar mais um evento de ponta internacional, o Brasil tem a intenção de promover o Mundial de 2026, que reunirá todas as classes olímpicas. A edição de 2023 na Holanda atraiu cerca de 1.200 atletas de 80 países. A CBVela tem objetivo de concorrer e um dos cartões de visita pode ser o Mundial da Juventude de Búzios (RJ).

”O Brasil sempre tem experiência em realização de grandes eventos, já fizemos Jogos Sul-Americanos, Jogos Pan-Americanos, Copa do Mundo, Olimpíada…Já somos doutores no assunto. Está sempre no horizonte do COB apoiar esse tipo de competição e promover eventos de escala mundial, que são sempre bem-vindos aqui”, disse o presidente do COB, Paulo Wanderley.

Paulo Wanderley também participou da cerimônia de abertura do Mundial da Juventude, que contou também com os bicampeões olímpicos Torben Grael, Martine Grael e Kahena Kunze.

Representantes de cada um das nações levaram uma garrafa com amostra de água de seus países e despejaram em um recipiente. Após a festa realizada próxima a Rua das Pedras, tradicional ponto turístico de Búzios (RJ), as águas foram jogadas no mar.

Serão realizadas mais 140 provas no período de competição nas três raias montadas de Manguinhos, Feia e Branca. Os percursos serão de barla-sota – entre bóias formando um oito, e em forma trapézio, obrigando os velejadores a testarem suas habilidades em ventos de popa e contrários.

Para Marco Aurélio de Sá Ribeiro, presidente da CBVela, a presença do COB em Búzios (RJ) mostra a importância dada pelo Comitê Olímpico Brasileiro à modalidade que já trouxe 19 pódios nos Jogos, além de liderar o quadro histórico de medalhas do Pan.

Na edição de Santiago 2023, a vela ajudou o Brasil a chegar em segundo lugar no quadro geral com seis conquistas, sendo três de ouro e três de bronze.

”A Vela Jovem é uma das prioridades da CBVela e agora nosso objetivo é fazer a transição para o alto rendimento, que inclui as categorias olímpicas. O Brasil tem uma vela de base muito forte, como no Optimist e também nestas categorias que estão em Búzios. Estes atletas serão nosso futuro para Los Angeles 2028 e Brisbane 2032”.

A Energisa é a patrocinadora oficial da Equipe Brasileira de Vela Jovem na disputa do Mundial da Juventude de Búzios 2023 por meio da Secretaria de Esporte e Lazer – Governo do Estado do Rio de Janeiro.

A marca francesa de dermocosméticos Avène é patrocinadora da CBVela – Confederação Brasileira de Vela. O acordo passa a valer a partir do mês de dezembro de 2023 e terá duração de 13 meses.

Equipe Brasileira de Vela Jovem

420 Open: Lucas Freitas e Victoria Back
420 feminino: Joana Gonçalves e Gabriela Vassel
29er masculino: Guilherme Menezes e Fernando Menezes
29er feminino: Clara Meyer Cardoso e Lívia Valduga Nogueira
Nacra 15: Alex Kuhl e Alexia Buuck
ILCA 6 masculino: Felipe Fraquelli
ILCA 6 feminino: Valentina Roma
Kitesurf masculino: Lucas Fonseca
iQFoil feminino: Sofia Rocha

Apoio à vela Jovem

A vela brasileira tem como destaque o Núcleo de Base do programa da Confederação Brasileira de Vela – CBVela junto ao Ministério do Esporte pelo Convênio 920223/2022.

O projeto ajuda no fomento à modalidade desde o ano passado. Sede da Rio 2016 e de outros grandes eventos da vela, a Marina da Glória, na capital fluminense, recebe adolescentes entre 13 e 17 anos para treinos visando eventos nacionais e internacionais da Vela Jovem. Outros campings de treinamento foram realizados no Clube Naval Charitas, em Niterói (RJ).

O trabalho leva jovens atletas a se aperfeiçoarem na modalidade, com o propósito de levá-los ao alto rendimento, incluindo participações em classes olímpicas e pan-americanas.

Sobre a CBVela

A Confederação Brasileira de Vela (CBVela) é a representante oficial da vela esportiva do país nos âmbitos nacional e internacional. É filiada à Federação Internacional de Vela (World Sailing) e ao Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

A vela é a modalidade com o maior número de medalhas de ouro olímpicas na história do esporte do Brasil: oito. Ao todo, os velejadores brasileiros já conquistaram 19 medalhas em Jogos Olímpicos.

Foto: @cbvelaoficial