São Paulo recebe Skate Run neste domingo

0
81

A cidade de São Paulo receberá, neste domingo (19), a Skate Run 2023, às 7h. O evento é reconhecido por ser a maior corrida de skate do mundo, colocando amadores e profissionais lado a lado. O evento completa dez anos e, por isso, promete uma festa ainda mais bonita.

São três opções de provas: família e diversão, ambas com 3 km de distância (uma volta no percurso), e competição, com 6 km (duas voltas). O trajeto larga e chega no Viaduto do Chá, passando perto de pontos como Vale do Anhangabaú, Avenida Ipiranga e São João e Teatro Municipal de São Paulo. As inscrições estão encerradas.

Na categoria competição e diversão, os três primeiros colocados de cada categoria receberão troféus, e o quarto e quinto lugar, receberão medalhas. Na categoria família, os cinco primeiros colocados receberão medalhas. O uso do capacete é obrigatório.

É a sexta edição da prova, que começou em 2013 e teve também em 2014, 2015, 2017 e 2022. São esperados 2000 atletas, de 1 a 77 anos. Uma delas é Geórgia Bontorin, que ganhou as provas de 2013, 2014, 2015 e 2017, mas não pôde competir em 2022 pois estava grávida.

“Estou um pouco ansiosa e a dez dias para o campeonato, o frio na barriga aumenta. Vamos ver no que vai dar. Quero dar o meu melhor e vou competir para valer. Eu ando competindo comigo mesmo nos meus treinos. Todo treino quero ser melhor do que fui no treino passado. Estou numa competição comigo mesma”, comenta Geórgia.

Ao longo dessa década, a prova passou por lugares como o Pacaembu, Minhocão, Ibirapuera, Av. 23 de Maio, Santo André, no ABC Paulista, e o Centro Histórico de São Paulo, que foi o local a receber a corrida na última edição.

Organização de elite

Além do clima familiar, o Skate Run se destaca pelo alto nível da organização, que convidou Sandro Dias, o Mineirinho, para engrandecer ainda mais o evento. Ainda profissional, ele está com 48 anos. Natural de Santo André (SP), ele é hexacampeão mundial, tricampeão europeu (2001, 2003 e 2005) e medalha de ouro nos X-Games de Los Angeles, em 2006.

“É uma grande satisfação participar do Skate Run. É um marco participar da maior corrida de skate do mundo. É uma honra para mim poder participar de um evento onde as ruas ficam fechadas só pra gente poder andar. É um encontro bacana entre todos os públicos do skate”, contou Sandro Dias.