Baianos voltam do Pan 2023 com medalhas e sonhos olímpicos

0
91
Foto: Divulgação

Velejadores Juliana Duque e Rafa Martins conquistaram o bronze no Snipe e agora projetam vaga olímpica em Paris 2024. Nadadora Celine Bispo também sonha em disputar os Jogos

Os atletas do Yacht Clube da Bahia conquistaram três medalhas nos Jogos Pan-Americanos de Santiago 2023 e, mais do que isso, projetam defender o Brasil na Olimpíada de Paris 2024, que será realizada em agosto do ano que vem.

Os pódios no Chile foram com Celine bispo nos revezamentos 4x100m e 4x200m da natação feminina e o bronze de Juliana Duque e Rafael Martins na classe Snipe da vela. A velejadora Bruna Martinelli ficou em sexto no IQFoil e perto de uma vaga na disputa pela medalha.

O clube de Salvador (BA) agora tem em sua história com seis medalhas pan-americanas. Além das medalhas de Celine Bispo no revezamento, o YCB tem os bronzes no Snipe de Juliana e Rafael em Lima 2019 e Santiago 2023, além da prata de Jonas Penteado Filho na classe Laser dos Jogos Pan-Americanos de Indianápolis 1987. E também o bronze de Nayara Ribeiro no Pan de Winnipeg 1999 no revezamento 4×200.

Ju e Rafa são os atuais bicampeões brasileiros de Snipe e mantiveram o bom desempenho internacional no Pan com o terceiro lugar, que poderia ter sido prata ou ouro devido ao equilíbrio da flotilha.

Juliana foi ainda campeã mundial de Snipe feminino pela terceira vez na carreira no evento em outubro em Valência, na Espanha. Focamos na vaga olímpica, agora para 0 470, o casal promete se dedicar no fim de temporada para brilhar ainda mais com as cores do YCB.

”Agora voltamos todo o nosso foco e esforço para a classe 470, com o fim dos Jogos Pan- Americanos e a medalha de bronze no peito, estamos muito motivados para continuar trabalhando e evoluindo nessa classe tão difícil e disputada mundialmente, temos a eliminatória olímpica no fim de fevereiro e o foco é esse. Vamos com tudo que temos”, disse Ju Duque.

”Nessa edição do PAN, de 2023, foi a primeira vez que quatro atletas do Clube se classificaram para participar e todos eles alcançaram excelentes resultados. Portanto, Celine Bispo foi premiada com uma medalha de prata e uma de bronze, na natação, Juliana Duque e Rafael Martins ganharam medalha de bronze na vela classe Snipe e excelente atuação de Bruna Martineli que obteve a sexta colocação no windsurf”, explicou Ricardo Dantas.

“O Yacht Clube da Bahia hoje conta com uma ótima estrutura para o treinamento e desenvolvimento dos atletas, seja de equipamentos existentes no Núcleo de Alto Rendimento (NAR), seja de uma equipe interdisciplinar composta de preparadores físicos, psicólogo do esporte, fisioterapeuta, técnicos, todos trabalhando de modo harmônico para buscar a formação e evolução dos atletas”, finalizou.