Robert Scheidt convoca Seleção Brasileira de Vela para SSL Gold Cup

0
130

Bicampeão olímpico será o líder da equipe na disputa da Copa do Mundo da Vela nas Ilhas Canárias

O bicampeão olímpico Robert Scheidt convocou nesta quinta-feira (2) a Seleção Brasileira de Vela para a SSL Gold Cup, a chamada Copa do Mundo de Vela, nas Ilhas Canárias, na Espanha. O time já entra direto nas nas oitavas-de-final do evento que estreia no calendário da modalidade nesta temporada.

A equipe terá nomes de peso da vela nacional como a bicampeã olímpica Martine Grael e os campeões mundiais de Snipe Gabriel Kieling e Gabriel Borges, além do velejador André Fonseca Bochecha, que fez três voltas ao mundo. Vestem a camiseta verde e amarela também Henry Boening, Juninho de Jesus, Pedro Tinoco e Alfredo Rovere.

As novidades em relação à última convocação para os treinos da Suíça em 2022 são as entradas de Pedro Trouche, Gabriel Kieling e Henrique Gomes. O atleta olímpico Joca Signorini fará uma cirurgia e não poderá fazer parte do time como tático, função que será assumida por Martine Grael. Já Kahena Kunze estará na SailGP.

”A equipe é muito forte, com atletas experientes em várias classes. Chegamos com um time de 11 atletas interessante para a SSL Gold Cup. Já estamos nas oitavas desse evento inovador, que vai medir a força das equipes com barcos iguais. Ser capitão desta equipe é um honra muito grande”, contou Robert Scheidt, dono de cinco medalhas olímpicas.

As disputas serão realizadas entre os dias 10 de novembro e 3 de dezembro de 2023 e 40 nações fazem parte do campeonato, que se assemelha à Copa do Mundo Fifa. O Brasil tem apenas um adversário conhecido que é a Polônia. Assim como um time de futebol, cada equipe da SSL Gold Cup é formada por 11 velejadores, com 8 a 10 atletas a bordo.

Os atletas brasileiros vão direto para a Espanha sem possibilidade de treinos com o barco SSL47, que será o mesmo usado por todas as equipes. Cada time vestirá as cores de sua nação e seus emblemas em uniformes semelhantes aos do futebol.

Com semelhança das principais Copas do Mundo em outros esportes, a SSL Gold Cup será um evento de igualdade de oportunidades com barcos SSL47. O barco brasileiro ganhou em 2022 o patrocínio da Sertrading, uma das maiores empresas de comércio exterior do país, e da Subsea 7 S.A., que apoiarão o time. Além da marca de mochilas e equipamentos para atividades outdoor Allcatrazes.

A união entre Sertrading e Subsea 7 S.A com a Seleção Brasileira de Vela foi idealizada por Bruno Prada, companheiro de Robert Scheidt nas medalhas de Pequim 2008 e Londres 2012, e CEO do barco brasileiro.

Confira o ranking completo em https://www.starsailors.com/ranking.

Sobre a SSL Gold Cup

A SSL Gold Cup reúne desde seu início 56 nações entre os membros da World Sailing para coroar a melhor nação da vela a cada dois anos. Em um esporte mecânico em que a corrida pela tecnologia pode atrapalhar a corrida pela glória, a SSL busca uma competição igualitária, em que o talento dos velejadores está na vanguarda, e os campeões se tornam heróis inspiradores de novas gerações. A SSL é um evento especial da World Sailing desde 2017.

Como na Copa do Mundo de futebol, as primeiras rodadas de qualificação selecionam os times que avançam para as fases eliminatórias. Todas as regatas são disputadas com flotilhas de quatro barcos em cada, até as quartas de final. As equipes serão colocadas em chaves, com os oito primeiros colocados garantidos nas quartas-de-final.

Duas flotilhas de quatro competem nas quartas-de-final para selecionar as quatro equipes que participam da única regata da Grande Final. O vencedor da Grande Final será coroado como a Melhor Nação da Vela. A SSL criou um formato inovador. E os fogos de artifício ao final do evento prometem dar um desfecho dramático para esta incrível competição global.

Mais informações em https://goldcup.starsailors.com/

Foto: Flávio Perez | On Board Sports