Martine e Kahena disputam o Troféu Princesa Sofía de olho na elite mundial

0
108

As bicampeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze estão prontas para representar o Brasil na classe 49erFX do tradicional Troféu Princesa Sofía, em Palma de Maiorca, na Espanha, entre os dias 4 e 8 de abril. O evento é parte importante da preparação das atuais bicampeãs olímpicas na corrida para os Jogos de Paris 2024.

A competição reúne as principais equipes da atualidade em um cenário paradisíaco e tem status equivalente ao de um Grand Slam do tênis. São esperados cerca de 1.200 velejadores, de diversas partes do mundo, em mais de dez classes.

O Troféu Princesa Sofía existe desde os anos 1960 e se consolidou no calendário da vela mundial. E as brasileiras têm histórico de bom desempenho na competição, com o título em 2019 e o segundo lugar no ano passado.

“O Troféu Princesa Sofia é sempre uma competição boa de avaliação do momento que estamos vivendo, com excelente nível técnico. A flotilha tem crescido muito, e a qualidade de todas equipes hoje é um parâmetro bem legal de como a classe se encontra, já pensando nas grandes competições”, comenta Kahena Kunze.

Este é o segundo evento da dupla em 2023 na Europa. Em fevereiro, elas ficaram em quarto lugar na Lanzarote International Regatta, em Lanzarote, também na Espanha, onde realizaram um período intenso de treinamentos.

No início de março, a dupla embarcou para mais um período de preparação, desta vez em Palma de Maiorca. Em meio às competições, Martine Grael e Kahena Kunze treinaram no Rio de Janeiro e também na Europa, onde são observadas de perto pela treinadora Martha Rocha e pelo técnico espanhol Pepe Lis.

“Continuamos trabalhando em cima do nosso equipamento para desenvolvermos o barco de modo a alcançarmos cada vez mais velocidade”, explica Martha.

Calendário

Depois do Troféu Princesa Sofia, o calendário de Martine e Kahena para 2023 seguirá extenso. Dias depois, ainda na Europa, elas correrão a Semana de Vela de Hyères, na França, de 22 a 30 de abril. As duas competições são consideradas “Grand Slams” da vela e reúnem as principais atletas do mundo da classe 49erFX.

“Nós estamos bem preparadas, mas também unidas e dando o nosso melhor a cada dia.  Estamos confiantes em bons resultados nesta temporada”, disse Martine.

A agenda de treinos inclui um período entre 8 e 14 de julho, quando elas participarão de um evento-teste na raia olímpica dos Jogos Olímpicos de Paris 2024. A vela olímpica terá a raia de Marselha como palco das regatas. Já no final do ano, de 8 a 13 de novembro, elas disputarão o Campeonato Europeu, em Vilamoura, em Portugal.

Pan-Americano, Mundial e vaga nas Olimpíadas

Entre os dias 8 a 23 de agosto, elas disputarão o Mundial de Vela, em Haia, na Holanda. A competição define as primeiras vagas para os Jogos Olímpicos de Paris 2024. As demais serão preenchidas nos Jogos Pan-Americanos de Santiago, entre outubro e novembro.

A vela brasileira terá a cidade de Algarrobo como sede deste evento. Além do Mundial e do Pan-Americano, as velejadoras têm muitos compromissos no ano, com agenda cheia de treinos e outras competições.

Sobre Martine Grael e Kahena Kunze

Uma das parcerias mais vitoriosas da vela mundial, Martine e Kahena têm mantido o Brasil no patamar dourado da modalidade nas últimas décadas. Filhas dos icônicos Torben Grael e Cláudio Kunze, respectivamente, as atletas conquistaram o primeiro título juntas em 2009, o do Mundial Júnior da classe 420.

Após quatro anos em rumos distintos, elas retomaram a dupla em 2013 e trilharam um caminho de sucesso, que teve como pontos altos os ouros nos Jogos Olímpicos Rio 2016 e Tóquio 2020, além do título mundial de 2014, os vice-campeonatos mundiais de 2013, 2015, 2017 e 2019, e a conquista dos Jogos Pan-Americanos Lima 2019, entre outros.