Hamilton conquista vitória no Brasil após corrida impressionante da decima posição e passa por Verstappen

0
149

Lewis Hamilton venceu o Grande Prêmio de São Paulo após uma batalha sensacional com seu rival Max Verstappen em um retorno absolutamente cativante ao Brasil para a F-1. Verstappen terminou em segundo lugar à frente do pole Valtteri Bottas.

Da Redação

Inquestionavelmente o piloto Louis Hamilton, da Ferrari – apresentou para o mundo o que é ser  piloto focado em ser uma das grandes lendas vivas da Formula.

Punido por infracções em duas ocasiões na Sprint e depois da corrida oficial  largou da 10 posição – superou ao longo das 62 voltas, ultrapassando o líder do campeonato mundo da Red  Bull, Max Verstappen, chegando  ao final da 63 volta em primeiro lugar.

O lado emocionante da história depois de receber a bandeirada – dada pela ginasta brasileira    parou o carro no caminho e pediu uma bandeira para o pessoal que que assistiam, a  prova. E deu uma volta segurando a bandeira brasileira, lembrando o seu  ídolo o piloto Airton Senna.

 

Formula 1 – Ferrari

Lenda da Formula 1

Hamilton teve uma largada ótima da P10 no grid e estava claramente no comando, o companheiro de equipe Bottas – que perdeu a liderança para Verstappen na largada – deixando-o para p5 na volta 5. Hamilton então tirou A2 de Perez em um duelo que começou na volta 17 e culminou em uma volta 19 na Curva 4. As primeiras paradas aconteceram por volta da volta 25, mas a ação se aumentou muito depois que Verstappen fez uma segunda parada na volta 41, Hamilton na volta 44.

 

O piloto da Mercedes atropelou Verstappen e, apesar de ter sido empurrado para a Curva 4 – os comissários que notam, mas não investigam – na volta 48, Hamilton não desistiu, tentando novamente na volta 58 apenas para encontrar uma defesa teimosa. Uma volta depois veio o passe vencedor com o DRS na corrida até a Curva 4, desta vez Verstappen não teve escolha a não ser ceder. Hamilton terminou 10,4 segundos na estrada em primeiro lugar na bandeirada, cortando a liderança do campeonato de Verstappen de 21 pontos para 14 pontos.

 

Bottas, que fez uma parada oportunista durante o período de Volta 30 Virtual Safety Car e outro na volta 41, terminou em terceiro à frente de Sergio Perez, que largou em quarto, subiu para segundo, mas perdeu posições para as duas Mercedes. O mexicano, no entanto, fez a volta mais rápida às custas de Hamilton, na última volta, tendo feito o primeiro tempo na volta 70.

FÓRMULA 1 HEINEKEN GRANDE PRÊMIO DE SÃO PAULO 2021

Resultados da corrida

POSIÇÃO             HORA    PONTOS

1  Lewis HAMILTON Mercedes  1:32:22.851         25

2  Max VERSTAPPEN Red Bull Racing       +10.496s              18

3  Valtteri BOTTAS Mercedes     +13.576s              15

4  Sergio PEREZ Red Bull Racing +39.940s              13

5  Charles LECLERC Ferrari           +49.517s              10

 

VEJA OS RESULTADOS COMPLETOS

As Ferraris fizeram uma estratégia de duas paradas para ver Charles Leclerc em quinto e Carlos Sainz – que perdeu três posições em meio ao contato com Lando Norris (P10) na largada – em sexto. Pierre Gasly pegou os alpinos depois de jogar duas vezes, sua volta 50 mudar para pneus duros que ele passou Esteban Ocon (P9) e Fernando Alonso (P8).

Norris pegou uma perfuração na volta 1 depois que Sainz cortou seu pneu traseiro esquerdo, mas se recuperou de lá para levar o ponto final, seu pitstop durante uma Volta 7 VSC deixando-o em compostos duros direito até o final.

Sebastian Vettel perdeu o ponto final por um segundo para Norris na frente, e terminou em 11º tendo largado na P9, seu companheiro de equipe da Aston Martin, Lance Stroll, acabou se aposentando – assim como Daniel Ricciardo, da McLaren.

Mas foi Hamilton quem roubou o show aqui no Brasil – recuperando-se de sua desqualificação do treino classificatório na sexta-feira e voltando para a P5 da última vez na Sprint de sábado, antes de pegar outra penalidade de grid por uma troca de motor no dia da corrida. A partir da P10, ele colocou na volta de sua vida – e fez uma jogada impressionante em seu rival verstappen para selar a vitória diante de uma multidão em êxtase em Interlagos.

Grande Prêmio de São Paulo de 2021: Hamilton sela vitória incrível no Brasil

A Sprint de São Paulo abalou o grid no sábado, com Lewis Hamilton dando uma largada na P10 para o Grande Prêmio – rebaixado cinco posições devido a uma penalidade de motor – enquanto Valtteri Bottas largou a liderança de Max Verstappen para largar na pole position à frente do piloto da Red Bull, Carlos Sainz tomando P3 para largar ao lado de Sergio Perez na segunda fila.

Era tudo para jogar, pois Verstappen tinha uma vantagem de 21 pontos sobre Hamilton indo para o Grande Prêmio, o peso das esperanças do britânico parecia recair sobre seu companheiro de equipe Bottas; o peso das esperanças do holandês sobre o companheiro de equipe Perez. Sem esquecer a briga dos construtores com a Mercedes apenas dois pontos à frente da Red Bull indo para o Brasil.

Além disso, o piloto da Ferrari, Sainz, fez com que a McLaren de Lando Norris (P5 inicial) se segurasse para consolidar a vantagem de 14,5 pontos da Scuderia, e Pierre Gasly, da AlphaTauri, tinha como objetivo superar Esteban Ocon , da Alpine – a dupla que iniciava P7 e P8, respectivamente – com essas duas equipes empatadas em 106 pontos. E todos, exceto Yuki Tsunoda, da AlphaTauri, largariam com pneus médios, o novato japonês largando em macios.

Ao redor do grid de largada havia um clima de carnaval, as arquibancadas de Interlagos se agitavam com fãs apaixonados, com emoção no tom de febre enquanto as luzes se apagavam. E foram eles: os dois primeiros tiveram grandes largadas, mas foi Verstappen quem teve o interior dentro dos casais, agarrando agressivamente a liderança na Curva 2, enquanto Bottas caiu nas garras de Perez, correu largo na Curva 4, e o mexicano estava agora apoiando um Red Bull 1-2.

 

Hamilton selou uma famosa vitória no Brasil

Hamilton fez três posições para o sétimo na largada, assumindo outro lugar fora vettel da Aston Martin no final da volta 1 para P6. E apesar de ficar à frente da Ferrari, Norris, da McLaren, caiu na traseira com uma punção após contato com o pneu dianteiro direito de Sainz. Hamilton tirou a P5 do espanhol na Curva 1 na volta 3, seu companheiro de equipe Charles Leclerc para a P4 na reta principal uma volta depois. Ele estava agora a apenas dois segundos do companheiro de equipe Bottas, que graciosamente deixou Hamilton passar na volta 5.

Em seguida, o Safety Car saiu na volta 6 por fragmentos de fibra de carbono e na asa dianteira de Tsunoda, que havia colidido na Curva 1 com Lance Stroll da Aston Martin na volta 4. “Diga a Valtteri para seguir… vamos pegar esses caras”, disse Hamilton enquanto o campo arquivava um único arquivo pelo pit lane sob cautela. A corrida recomeçaria na volta 10.

Na relargada, os quatro primeiros seguraram a posição apesar das tentativas de Leclerc de tirar a P4 de Bottas, o finlandês defendendo admirável e fazendo o possível para não comprometer Hamilton na frente. Verstappen estava mais de um segundo à frente de seu companheiro de equipe na volta seguinte, Hamilton dois segundos atrás de Perez à frente.

A ação da bandeira verde foi breve, um Virtual Safety Car saindo na volta 12 para limpar os destroços da Haas de Mick Schumacher. O novato perdeu a asa dianteira em contato com Kimi Raikkonen, da Alfa Romeo, na volta 10.