Ilhabela: Evento de monotipos reuniu mais de 200 velejadores neste fim de semana na Escola de Vela Lars Grael

0
87
Evento de monotipos reuniu mais de 200 velejadores neste fim de semana na Escola de Vela Lars Grael

A Semana de Monotipos de Ilhabela 2021 terminou  domingo (18) com mais de 200 velejadores em 14 classes. O tradicional evento bateu recordes de inscritos na Escola de Vela Lars Grael. As regatas fizeram parte do cronograma oficial de competições da 48ª edição da Semana Internacional de Vela de Ilhabela, que será de 24 a 31 de julho, no Yacht Club de Ilhabela (YCI). As categorias no cronograma de regatas foram: 29er, Dingue, 420, Laser, Finn, Snipe, Star, Hobbie Cat, Kite, Open Bic e Optimist.

 

As regatas começaram na sexta-feira (16) e reuniram atletas de ponta, como o medalhista olímpico Lars Grael, e o atual campeão mundial de Optimist Alex Kuhl, que fez sua primeira competição após o ouro no Lago di Garda, na Itália, no início de julho.

Os organizadores da Semana de Monotipos comemoram a presença dos atletas de vários estados, mesmo durante a pandemia de COVID-19. Todos os velejadores e seus treinadores foram testados.

”A avaliação é muito boa com várias classes do monotipos com recorde de participantes, atleta de vários estados do País. A gente fez a testagem nos velejadores, todos deram negativo. Só três pessoas acabaram positivando, mas eram parte da equipe e não puderam participar. Foi um evento-teste para a Semana Internacional de Vela de Ilhabela”, disse Harry Finger, secretário de esportes de Ilhabela.

Os ventos ajudaram os velejadores e a comissão de regatas, que conseguiu montar raias em vários pontos do Canal de São Sebastião nos três dias de Semana de Monotipos de Ilhabela. A entrada da frente fria no litoral norte de São Paulo fez com que a intensidade aumentasse no último dia.

 

https://www.instagram.com/regata_news.sc/

”Acho que foi, tecnicamente, acima dos últimos anos. Teve um pessoal com nível técnico legal, uma grande participação, principalmente, do Rio do Janeiro veio muito barco, com mais de 30! Teve regata de todo vento, vento médio, vento fraco, vento forte. Deu pra fazer raia no leste e no sul. Dentro de todo panorama de COVID-19 foi muito simpático, todo mundo respeitou. Todo mundo entendeu. O pessoal lavava o barco e ia embora. Acho que foi acima da expectativa”, reforçou Cuca Sodré, presidente da Comissão de Regatas.

Destaque do campeonato para a flotilha da classe Star, que reuniu campeões mundiais, sul-americanos e nacionais. O título da classe mais vitoriosa da vela brasileira em olimpíadas ficou com Lars Grael e Guilherme de Almeida. A dupla, que havia vencido o Brasileiro em São Paulo (SP), na semana passada, ganhou a competição em Ilhabela.

”Foi um evento bem bacana com boa média de vento no campeonato quase inteiro. Com a entrada da frente fria, as regatas ficaram ainda melhores no Canal de São Sebastião. A comissão conseguiu cumprir com o cronograma. Valeu a pena! Agora é se preparar para a Semana de Vela de Ilhabela de oceano, na semana que vem”, disse Juninho de Jesus, vice-campeão da classe Star com Ubiratan Matos na proa.

A Semana Internacional de Vela de Ilhabela 2021 começa no próximo dia 24 de julho no litoral norte paulista. O maior evento da modalidade da América do Sul vai até o dia 31 de julho e reúne no programa de regatas as categorias mais populares da vela. Entre as classes estão barcos Multicascos, Mini Transat, ORC, RGS, Bico de Proa, Clássicos, C30 e HPE25.

 

Escola de Vela Lars Grael.

 

Vencedores por classes

29er

Lorenzo e Pedro Breternitz – 10

Theo Chão e Luc Corre – 16

Marina Heinke e Alexia Buuck – 19

Dingue

Tiago Rodrigues e Ana Clara – 2

Dingue Estreantes

Oliver Hofling e Julia Sipoli – 2

Marina Iasi e Marina Galvão: Nett – 4

Malena Piccinelli e Kariny Ferraz – 5

420

Marina Santos e Bruna Patrício – 13

Alex Kuhl e Marcos Arndt – 14

 

Nina Pessoa e Alice Brandão – 15

Laser

4.7 Classe

Matheus Araújo – 7

Laura Ferreira – 8

Rodrigo Oliveira – 12

Laser Radial

Felipe Fonseca – 5

Gustavo Kiessling – 11

Ellion Jesus – 12

Laser Standart

Caio Lopes – 7

Eduardo Guimarães – 8

Leonardo Patané – 8

Snipe

Josué Monteiro e Willian Moura – 15

Ricardo Barbosa e Carlos Ribeiro: – 15

José Roberto e Anderson Brandão: – 16

Finn

Pedro Lodovici – 6

Ricardo Santos – 9

Robert Rittsche – 13

HobieCat

Cláudio Teixeira e Ana Paula – 6

Bruno Oliveira e Gabriel Fiorante – 10

Kite

Antonio Torres – 10.5

José Marino – 11

Rodrigo Morais – 4

 

OP Veteranos

Arthur Back – 13

Zion Brandão – 17

Stefano Francavilla – 20

 

Open Bic

Julia Levorin – 7

Rafaela Melillo – 9

Rafael Fukui – 13

 

Star

Lars Grael e Guilherme de Almeida: – 6

Mario Sergio e Ubiratan Matos – 10

Alessandro Pascolato e Henry Boening – 17