America’s Cup: Emirates Team New Zealand inova com barcos de apoio de hidrogênio

0
17

O atual bicampeão da America’s Cup lançou uma meta para a próxima edição do desafio, que será a 37ª.

O Emirates Team New Zealand se comprometeu a impulsionar a inovação do hidrogênio na indústria naval, desenvolvendo barcos de apoio movidos a hidrogênio.

Os kiwis têm trabalhado com a AFCryo, uma empresa inovadora sediada em Christchurch.

O barco de apoio será capaz de enfrentar as demandas de suporte de um AC75 da America’s Cup.

Uma vez lançado e verificado, e com o apoio do desafiante Ineos Team UK, é possível que o Protocolo para a 37ª Copa América contenha uma cláusula que todas as equipes devem usar barcos de apoio movidos a hidrogênio.

Vale lembrar que os barcos de regata serão à vela, como em qualquer competição oceânica da modalidade.

O CEO da Emirates Team New Zealand Grant Dalton disse que a equipe continua na vanguarda da inovação.

”Pretendemos realmente conduzir a curva de desenvolvimento de tecnologia nova e limpa na indústria naval. É nossa esperança que possamos fazer uma mudança sísmica para a energia do hidrogênio e uma declaração de isenção de emissões para a indústria”.

”Essa iniciativa não é isenta de riscos, pois temos critérios de atuação muito específicos dentro da seleção e da Copa América, portanto, não é um empreendimento pequeno”.

O hidrogênio líquido será anexado ao oxigênio em uma célula combustível, produzindo energia elétrica e vapor de água.

Isso será armazenada em baterias, que alimentam motores elétricos.