Itajai – Parada brasileira da Ocean Race ganha o Primeiro Shopping Náutico do Brasil

0
64
Empresário Roberto Deschamps e a sua tradicional e respeitada empresa Catarina Náutica./Foto: Catarina Nautica/whatsapp

A cidade de Itajai vem se consolidando como grande Polo Náutico Nacional, depois do sucesso das três edições da regata Ocean Race e a previsão de uma quarta – e ver  aqui nascer o projeto do o único barco brasileiro inscrito na regata volta ao mundo em edição 2022/23, o SCBrasil Team. Em plena pandemia um ousado empresário de larga história no comércio de produtos e equipamentos náutico abre às portas para o primeiro Shopping de Produtos Náuticos no sul do Brasil,  ação do  empresário Roberto Deschamps e a sua tradicional e respeitada  empresa Catarina Náutica.

Roberto Deschamps /Foto: AdilsonPacheco

Para os especialistas, o esportes náuticos são alternativas de lazer em meio à pandemia e manter ativo e respeitar o isolamento social tem sido um dilema durante a pandemia. Para alguns, esportes náuticos em caiaques e pranchas para stand up têm sido a solução.

A prática de atividade física sobre as águas parece ter caído no gosto dos brasileiros durante a pandemia. Prova disso foi aumento na procura por equipamentos para esportes no mar, rios, represas e lagos, em uma das maiores revendedoras e distribuidoras de suprimentos náuticos brasileira, a Catarina Náutica. “Em 2020, durante a pandemia, observamos um aumento de 20% na procura por caiaques e pranchas de stand up em relação ao ano anterior. No primeiro trimestre de 2021, percebemos a contínua procura e aumentamos nosso portfólio em mais de 15% retomando a venda de pranchas e standup paddle, pranchas de wakeboard, caiaques e botes infláveis.”, afirma o diretor da Catarina Náutica, Roberto Deschamps

Foto: Catarina Nautica/whatsapp

Quem tem aproveitado o mar para se exercitar e curtir com a família durante a pandemia é a engenheira sanitarista e ambiental, Sabrina Diegoli, 37 anos. Ela tem um caiaque que usa para navegar com os filhos, de quatro e seis anos de idade, na praia de Cabeçudas, em Itajaí, no litoral norte catarinense. “O caiaque foi um presente da avó para os netos, para que eles pudessem curtir o mar assim como nós curtimos quando criança. É uma forma de nos mantermos saudáveis e em contato com a natureza”, comenta Sabrina.

Marcelo Braz, 65 anos, do Rio de Janeiro. /Divulgação

Quem também está curtindo os esportes náuticos para fazer atividade física e respeitar o isolamento social é o Marcelo Braz, 65 anos, do Rio de Janeiro. As belas paisagens da capital carioca têm sido o cenário ideal para o médico urologista pediátrico aproveitar a sua prancha de stand up. “Em vários finais de semana, ir para a enseada de Botafogo a partir da Urca e botar o “barco” no mar, é um momento para reequilibrar as forças. Sempre é fantástico o momento de estar ao ar livre e dar uma boa remada”, declara Braz.

  Caiaques e pranchas para stand up – dicas para esportes náuticos

Para quem quiser seguir o exemplo da Sabrina e do Marcelo e começar a aproveitar todos os benefícios dos esportes náuticos, a Catarina Náutica traz algumas dicas para ajudar na escolha.  “O caiaque ideal para quem está começando é o de polietileno (plástico rotomoldável). Recomendo, por ter um valor mais acessível para os iniciantes na área e ter maior estabilidade durante a remada”, explica Deschamps. Um modelo referência entre os caiaques para iniciantes é o Neo Brudden Náutica, que custa a partir R$ 2 mil.

Já para quem quer aproveitar a natureza em cima de uma prancha de stand up paddle, a dica é escolher modelos mais leves. “Para os iniciantes é bom escolher uma prancha de até 10 pés, com uma boa largura, que proporciona maior equilíbrio sobre as águas, com pernas mais afastadas dando maior estabilidade ao praticante. Com o equipamento certo, dá para sair remando no primeiro dia sem dificuldades”, incentiva Deschamps. Um modelo que tem essas características é o 10′, da FM Surf, que custa R$ 4.199,00.  Esse é um modelo híbrido, que serve tanto para remar quanto para pegar ondas.

Para quem está em busca de aventura ou quer utilizar o equipamento para pesca, vai precisar de um caiaque mais robusto. O Hunter Fishing, por exemplo, acompanha remo e bagageiro para isca, caixa tanque a prova d’água e dois porta varas. “O Hunter é uma verdadeira plataforma de pesca! Seu casco foi concebido para ser o mais estável e veloz possível”, comenta o diretor da Catarina Náutica. Custa a partir de R$ 2.529,00


Publicidade



Catarina Náutica

Há 7 anos, a Catarina Náutica atua com venda de suprimentos náuticos no mercado brasileiro. Através da matriz localizada na região central de Itajaí, polo náutico de Santa Catarina, atua com venda direta e distribuição de produtos nos segmentos de manutenção e construção náutica, esporte e lazer, atracação e ancoragem, salvatagem e segurança, vida a bordo, entre outros. Além de 4 revendedoras parcerias no litoral, é representante exclusiva em

Santa Catarina de renomadas marcas mundiais como:  Sika, Tubolit, Vince Tintas, International Paint e Sikkens. Através do e-commerce também realiza venda nacional de mais de 3 mil itens como: caiaques, boias infantis, acessórios e moda náutica, além de produtos para reparo e construção de barcos.

Catarina Náutica