Formula E define festival com portões fechados para acabar a temporada 6

0
57

A Fórmula E deve retomar as corridas no mês de agosto no Aeroporto de Tempelhof, em Berlim, na Alemanha. Todos os eprix serão realizados com portões fechados.

A FIA aprovou seis corridas num período de nove dias para definir o vencedor da sexta temporada da Fórmula E.

O histórico aeroporto alemão foi escolhido para encerrar a temporada atual, recebendo três rodadas duplas em nove dias no mês de agosto, nos dias 5, 6, 8, 9, 12 e 13.

Cada rodada dupla usará um layout de pista diferente, apresentando oportunidades para estratégias distintas para os pilotos da Fórmula E.

A competição dos carros elétricos já havia completado cinco corridas antes da sexta temporada ser suspensa devido ao surto de coronavírus.

”Desde que tomamos medidas para suspender nossa temporada em março, enfatizamos um calendário revisado que coloca a saúde e a segurança de nossa comunidade em primeiro lugar”.

”Por isso estamos indo para o Aeroporto de Tempelhof em Berlim, um local que nossas equipes, pilotos e fãs adoram, para realizar um festival de nove dias de corrida com três rodadas duplas consecutivas”, disse Jamie Reigle, diretor executivo da F-E.

O piloto português da DS TECHEETAH António Felix da Costa é o líder da classificação, apenas 11 pontos à frente do neozelandês Mitch Evans da rival Panasonic Jaguar Racing.

António Felix da Costa tentará usar o final da temporada de seis corridas em Berlim para conquistar seu primeiro título de Fórmula E, promovendo-o para a lista de honra dos campeões da categoria de carros elétricos, ao lado de seu companheiro de equipe na DS TECHEETAH e duas vezes campeão, Jean-Eric Vergne ( FRA).

As três rodadas duplas em Berlim completarão o calendário revisado da sexta temporada da Fórmula E, levando o número total de etapas para 11.

A Fórmula E e a FIA têm trabalhado em conjunto com as equipes e autoridades locais para definir um plano completo para concluir o campeonato de maneira segura.

Para minimizar os riscos, a Fórmula E vai implementar rigorosas medidas de segurança, incluindo realizar as corridas sem a presença de público, com apenas o pessoal essencial e os competidores viajando para o evento.

De acordo com as diretrizes do governo alemão, haverá um número máximo de 1.000 pessoas no local, incluindo fornecedores locais e equipes médicas. Todas as outras operações serão realizadas remotamente.

Os principais protocolos de saúde e segurança incluem testes obrigatórios de coronavírus antes das corridas, bem como exames no local todos os dias após a chegada à pista.

A Fórmula E também aplicará ativamente o uso de máscaras faciais, distanciamento social e limitará o movimento nos espaços de trabalho com zonas claramente definidas para diferentes pessoas ligadas ao evento.