Com ondas e vendaval em Ilhabela, Classe C30 decide Semana de Vela e Brasileiro

0
992
Caballo Loco /Aline Bassi / Balaio de Ideias

 

Flotilha encoberta pelas ondas /Aline Bassi / Balaio de Ideias

São Paulo  – A Classe C30 finalmente teve a emoção que suas experientes tripulações esperavam na Semana de Vela de Ilhabela. A quinta-feira trouxe ondas de dois metros e vento leste de 18 nós, com rajadas de 22 (40 km/h), em contraste com a calmaria da véspera, que impediu a realização de regatas. O barco local Kaikias Maserati e o gaúcho Loyalty 06 Team souberam aproveitar as condições extremas de quinta-feira (18), com uma vitória cada.

Após quatro regatas, Caballo Loco segue na liderança da 46ª Semana de Vela, que segue até este sábado (20). Kaikias Maserati lidera o Campeonato Brasileiro, somando-se os resultados da primeira etapa realizada em Florianópolis, em fevereiro. Na Semana de Vela, a vantagem do Caballo Loco sobre o Kaikias é de três pontos, enquanto Kaikias sustenta a mesma diferença sobre o Katana Portobello no Brasileiro.

O responsável pela regulagem das velas do eCycle +Realizado, Ricardo Apud, trabalhou duro durante as duas regatas, mas sai da água com a sensação de finalmente, ter velejado. “Hoje fizemos as regatas que estavam faltando na Semana de Vela. Foi muito difícil porque além do vento forte, o mar estava muito grosso, pesado”, analisou o trimmer do +Realizado.


Mais dos fortes ventos na Semana de Vela de Ilhabela

Flotilha da HPE-25 enfrenta mar violento e fortes ventos nas primeiras regatas barla-sota

Quarto dia da Semana de Vela de Ilhabela é marcada por quebra de mastro e colisão de barcos

Quinta- feira – Veleiro Vô Monik teve seu mastro quebrado no quinta dia de Regata da Semana de Vela de Ilhabela.

Terça-feira,15: Ventos fortes cancelam as regatas da HPE


Nas duas provas disputadas no extremo norte de Ilhabela, preservar os equipamentos das embarcações, foi um desafio a mais para as tripulações. “As condições de vento e de mar ofereceram alternativas táticas, o que deixou as regatas muito interessantes. Felizmente não tivemos nenhuma quebra no barco, enquanto várias sofreram avarias devido à força do vento. Esperamos que venha mais um dia maravilhoso em Ilhabela com 20 nós de vento”, desejou Apud, em busca da emoção que a veloz Classe C30 costuma oferecer aos seus velejadores sob ventos mais fortes.

Classificação da C30 após duas regatas

1 – Caballo Loco (05) – Mauro Dottori: 1+2+2+4 = 9 pontos perdidos

2 – Kaikias Maserati (03) – José Roberto de Jesus: 2+4+1+5 = 12 pp

3 – Katana Potobello (07) – Cesar Gomes Neto: 3+3+4+3 = 13 pp

4 – Caiçara (09) – Alberto Kunath: 8 (RET) +1+3+2 = 14 pp

5 – Loyalty (06) – Alexandre Leal: 4+5+6+1 = 16 pp

6 – eCycle +Realizado (02) – José Luiz Apud: 6+5,6 (RDG) +5+6 = 22,6 pp

7 – Barracuda (01) – Humberto Diniz: 5+6,3 (RDG) +7+7 = 25,3pp

Campeões Brasileiros da Classe C30     

2012 – Loyal – 06 (Marcelo Massa) – Grêmio de Vela Ilhabela (GVI)

2013 – Loyal – 06 (Marcelo Massa) – GVI

2014 – Loyal – 06 (Marcelo Massa) – GVI

2015 – Loyal – 06 (Marcelo Massa) – GVI

2016 – Zeus Team – 08 (Inácio Vandresen) – Iate Clube Santa Catarina (ICSC)

2017 – Katana Portobello – 07 (Cesar Gomes Neto) – ICSC

2018 – Caiçara UV.Line – 09 (Alberto Kunath) – Pindá Iate Clube (Ilhabela)