Comandante do Itajaí Sailing Team será árbitro na VI Copa Brasil de Vela

0
10

 

Marcelo Gusmão Reitz, desempenha, desde esta terça-feira, 20, a função de juiz nacional na VI Copa Brasil de Vela, que acontece até o dia 24,/Foto: Itajaí Sailing Team/Divulgação
Marcelo Gusmão Reitz, desempenha, desde esta terça-feira, 20, a função de juiz nacional na VI Copa Brasil de Vela, que acontece até o dia 24,/Foto: Itajaí Sailing Team/Divulgação

 

O comandante do Itajaí Sailing Team (IST), Marcelo Gusmão Reitz, que já atuou no comitê de arbitragem das três paradas da Volvo Ocean Race em Itajaí e foi árbitro nas provas de prancha a vela nas categorias masculino e feminino das Olimpíadas Rio 2016 ganha um novo desafio: função de juiz nacional na VI Copa Brasil de Vela, que acontece até o dia 24, em Florianópolis.

Marcelo Gusmão Reitz, desempenha, desde esta terça-feira, 20, a função de juiz nacional na VI Copa Brasil de Vela, que acontece até o dia 24, em Florianópolis. Com quase 20 anos de experiência em arbitragem, Gusmão está atuando em quatro raias, nas classes Laser, Laser Radial, 420 e 470.

Responsabilidade que não é pequena, pois as disputas reúnem ídolos olímpicos, campeões mundiais e medalhistas em Jogos Pan-Americanos nas raias do Iate Clube de Santa Catarina – Veleiros da Ilha, em Jurerê, Florianópolis.

Considerado o principal campeonato de classes olímpicas do país, a Copa Brasil tem também importância redobrada neste ano. Vale como seletiva para a formação da Equipe Brasileira de Vela no ano pré-olímpico e também é evento classificatório para os Jogos Pan-Americanos Lima 2019 em seis categorias.

O currículo de Marcelo Gusmão Reitz é extenso. Velejador, técnico e juiz de vela homologado pela Confederação Brasileira de Vela e Motor, ele foi seis vezes campeão brasileiro de oceano; 10 vezes campeão catarinense de laser; campeão e vice-campeão sul americano de Snipe; campeão brasileiro da classe Soling entre outros títulos, além de já ter representado o país nas olimpíadas de Atlanta, em 1996.

O velejador também é um dos grandes responsáveis pelo surgimento do Itajaí Sailing Team, time de vela que representa o município homônimo nos cenários nacional e internacional na categoria Oceano, com diversos títulos acumulados desde sua primeira temporada, em 2015.

“Para o Itajaí Sailing Team é uma grande honra ter o seu comandante desempenhando essa importante função. Isso mostra o excelente nível técnico e experiência de Gusmão”, diz o manager do IST, Alexandre Antonio dos Santos. A Copa Brasil é organizada pela Confederação Brasileira de Vela, com patrocínio oficial do Bradesco desde a primeira edição, e conta ainda com a parceria da Federação de Iatismo de Santa Catarina e do Iate Clube de Santa Catarina.

O projeto Itajaí Sailing Team tem o patrocínio da APM Terminals Itajaí, Portonave, Multilog, JBS, Brasfrigo e o apoio da Anasol, Molin, Clindex, B&G Sailing Eletronics e Marina Itajaí.


Da Redação com Fonte de – João Henrique Baggio