Amfri ganha projeto de empoderamento regional com um planejamento de desenvolvimento econômico e social

0
118

 

governador v

 

O foco do InovAmfri está baseado em três eixos: desenvolvimento integrado regional, qualificação da gestão pública municipal e mobilidade regional Integrada.


Edição – Adilson Pacheco
Fonte – Elisabety Borghelotti
Secom
Post – 1/11-17:04


 

Mobilidade – O governador Raimundo Colombo participou do Fórum de Mobilidade Urbana Sustentável e da apresentação do InovAmfri, na terça feira, 1/11. O encontro discutiu mobilidade, ideias, gerenciamento e soluções para desafios comuns de toda região. Já o InovAmfri é um projeto de empoderamento regional com um planejamento de desenvolvimento econômico e social para os próximos anos, com a participação do Governo do Estado, Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí (Amfri), com apoio da Fiesc, Sebrae, Univali e outras entidades. Durante o evento, promovido pela BMW, foram apresentados modelos de carros elétricos e com conceito sustentável, como a BMW i3 e BMW i8.

“É um projeto que visa o desenvolvimento dos locais com qualidade de vida, de forma sustentável. Esse planejamento vai projetar toda região. É uma grande contribuição. O apoio e a integração das prefeituras mostram que a soma é a melhor forma de fazer o bem comum, ela aumenta a compreensão, estimula o espírito da colaboração e dá credibilidade e forças para fazer o que, sozinho, não se consegue. Há muito para construir, e aqui está se dando um grande passo. Nós somos parceiros e vamos dedicar toda nossa energia para que esse sucesso seja alcançado e ajude para que nosso Estado continue sendo diferenciado”, disse o governador Raimundo Colombo.

Paulo

 

 

InovAmfri


O coordenador voluntário do projeto, Paulo Bornhausen, explicou que o foco do InovAmfri está baseado em três eixos: desenvolvimento integrado regional, qualificação da gestão pública municipal e mobilidade regional Integrada. O projeto será desenvolvido ao longo de 2016 e prevê a execução de nove ações relativas aos eixos do projeto, abordando desde a elaboração do plano diretor do distrito de inovação regional de Itajaí até a elaboração de um plano de mobilidade Integrada regional, com destaque para o transporte coletivo. Ainda há a elaboração de estudos e relatórios de impacto ambiental para viabilizar a construção do distrito de forma sustentável.

“Esse projeto permite que a região tenha resiliência e avance mesmo em momentos de crise como o que vivemos hoje, porque pensa a região em longo prazo. Mais que propor ideias, estamos envolvendo as pessoas, em especial gestores públicos, e desenvolvendo neles a capacidade de inovar, gerenciar e resolver desafios. Dentro de quatro anos queremos ter o distrito de inovação em pleno funcionamento”, destacou Bornhausen.

O InovAmfri começou em agosto com um comitê de gerenciamento do projeto formado por uma equipe executiva responsável pela elaboração e todo o planejamento com a presença de universidades e instituições de fomento.

Desenvolvimento.


 

“É um grande passo para o desenvolvimento. Tenho certeza que será um modelo para outras regiões do Estado. A Assembleia Legislativa está acompanhando esse trabalho, para que possamos desenvolver interagir com esse modelo. Será muito importante para Santa Catarina”, ressaltou o presidente da Alesc, Gelson Merísio.

“Com a execução do projeto, teremos ainda o dinamismo na economia de toda região, com foco na geração de postos de trabalho mais qualificados, no fortalecimento das empresas, desde as microempresas até as grandes, passando por toda cadeia produtiva local, incrementando a qualidade de vida de toda população”, finalizou o coordenador.