RIO DE JANEIRO – ANDRÉ BRETAS É O CAMPEÃO DO BRASIL ENDURO SERIES 2015 E BERNARDO CRUZ VENCE ETAPA FINAL

0
107

 

zld (2) (1)

 

 

Segunda colocação em Petrópolis (RJ) garante ao valadarense Bretas o título inédito em sua carreira, da competição pioneira de Enduro MTB do Brasil


 

Edição – Adilson Pacheco
Fonte -ZDL
Post – 2/11-16:21


 

Petrópolis  – A região do Vale das Videiras, em Petrópolis, recebeu com festa no fim de semana os cerca de 170 participantes da terceira e última disputa do Brasil Enduro Series em 2015. Na tarde de domingo (1º), foram conhecidos os campeões da etapa e também do ranking geral, acumulando os pontos da abertura, em Nova Lima (MG), da prova intermediária, em Urubici (SC), e da decisão na cidade serrana do Rio de Janeiro. Tetracampeão nacional de Downhill, Bernardo Cruz conquistou a vitória e confirmou o excelente histórico no BES, com três triunfos em três participações. Já André Bretas comprovou que, atualmente, é o principal atleta da modalidade, e sagrou-se campeão pro da competição pioneira de Enduro MTB no País.

O título da principal categoria do BES, na segunda edição do evento, coroou uma temporada decisiva na carreira de André Bretas. Após sofrer uma dura queda dois anos atrás, em Whistler, no Canadá, Bretas quase largou o mountain bike. Porém, após conversar muito com seus familiares, decidiu voltar com tudo ao esporte e, em Nova Lima, fez sua primeira prova de Enduro MTB. “É muito gratificante voltar ao MTB com uma conquista tão importante como essa do Brasil Enduro Series. É um momento maravilhoso da minha vida. Fui pai há quase um mês, então tem um sabor ainda mais especial. Acho que a Maria Clara me trouxe mais sorte. Vou voltar muito feliz a Governador Valadares (MG), minha terra natal”, comemorou Bretas.

“Sinceramente não poderia estar mais feliz. Foi uma ótima prova para mim e correu quase tudo como eu esperava, porque fiz uma estratégia conservadora. Enquanto para o Bernardo era apenas a primeira participação dele no BES este ano, para mim valia muito mais, com o título da temporada em jogo. Queria vencer, mas sei da qualidade dele e ir embora com o vice da etapa é o que menos importa. Um ano maravilhoso para mim, que me dá muita confiança”, completou André Bretas. Além dos dois campeões do dia, completaram o pódio Diego Knob, Nataniel Giacomozzi e Leonardo Mattioli.

Após o término da competição, Bernardo Cruz elogiou o alto nível da prova, tanto na organização quanto em relação aos atletas. “Sinceramente foi uma das corridas que mais tive medo ao ver meu resultado, porque os cinco primeiros estavam andando muito. Foi a prova de Enduro mais competitiva até hoje na história do País. Não esperava a vitória. Pensava sim que ficaria entre os cinco primeiros, porque meu foco estava mais em divertimento, por eu não brigar pelo título da temporada. A organização é impecável, só sugiro fazerem um prólogo no centro das cidades para apresentar melhor a modalidade. Alguns falaram que foi pouco técnica a etapa, mas na verdade foi sim bastante, porque tinha a técnica da freagem para acertar as curvas e sair com mais velocidade, o que não é algo fácil”, destacou Bernardo Cruz.

Diego Knob esteve mais uma vez entre os melhores da pro, após se destacar com o vice-campeonato na etapa latino-americana, em Urubici, no mês de agosto. Natural de Petrópolis, Knob destacou os benefícios da competição para sua cidade. “O Vale das Videiras está começando a desenvolver a cultura do Enduro MTB. Não existia cena do Enduro antes da vinda do Galpão Caipira para cá e também agora com a realização do BES. Há tantos locais para a prática da modalidade em Petrópolis, que acabávamos não vindo para cá. A estrutura é boa, com trilhas bacanas que podem ser boas para os pilotos da elite e também para os iniciantes. Só fortalece nosso esporte aqui e fico feliz por isso. Fico relativamente feliz, porque o resultado foi apertado e todos andaram forte, de igual para igual”, afirmou.

Briga pelo título da temporada – Campeão em 2014, Nataniel Giacomozzi esteve próximo do bicampeonato. Apesar de superar o antigo vice-líder, Thiago Boaretto, Nataniel não conseguiu tirar a diferença para o novo campeão, André Bretas. “A pista no fim não deu diferença para os atletas, independente do estilo de cada um. Pouco mais de 15 segundos separaram os seis primeiros, ou seja, foi definido nos mínimos detalhes. Não era um estilo de traçado que favorecia a minha pilotagem e pequenos errinhos fizeram a diferença. Não consegui o título, mas estou feliz com o vice no geral. Quero focar em ser o campeão novamente. A variação de pistas será o diferencial para mim, porque tenho vantagem no downhill. Vou me dedicar no físico e treinar cada vez mais, porque o nível só está aumentando”, comentou Nata.

Expert – Assim como o campeão do dia na pro, na expert o vencedor também não esteve nas demais etapas, mas também não teve interferência na disputa pelo título. Henrique Lage foi o vencedor em Petrópolis e Mauricio Bernardi conquistou o primeiro lugar na temporada. “Comecei a andar de bike após um amigo, Benjamin, me vender uma bike e dizer que a condição era eu competir no BES. Em 2014 fui vice-campeão amador e agora consegui a consagração ao vencer na expert. Me esforcei muito, sou campeão brasileiro na categoria e estou muito feliz por ter vencido todas as barreiras e chegar até aqui”, vibrou Bernardi

Feminino – Entre as mulheres, Raquel Couto, a Keka, confirmou o favoritismo ao chegar como líder na final, e conquistou o título, mesmo com a terceira colocação. A vencedora foi Bárbara Jechow, seguida de perto por Joana Hornestam. “Estou muito feliz e agradeço todos que me ajudaram a chegar aqui. Foi uma superação grande demais ter ganhado essa etapa. Passo muita dificuldade nos deslocamentos, sem contar que quebrei a clavícula há três meses e meus ombros doíam muito nas horas de empurrar a bike. A pista privilegiava muito os atletas velozes, com vários trechos de pedal que rendiam. Não tenho explicação para dizer como me sinto. Estou muito feliz e espero em 2016 disputar todas as etapas”, avaliou Babi Jechow.

Demais categorias – Das outras cinco categorias disputadas, em quatro delas os campeões da decisão também sagraram-se vencedores da temporada, Christian Ferreira (amador), Yuri Bogner (máster 1), Helio Nassaralla (máster 3) e Robert Marent (sênior). Na máster 2, André Melo conquistou o troféu de 2015, enquanto Leandro Mendonça triunfou no Vale das Videiras. “Sensação muito boa. Em 2014 fiz minha primeira de Enduro aqui em Petrópolis e fui o vice-campeão da amador, correndo com uma bike emprestada. É diferente do downhill, minha modalidade, mas me animei a treinar para ser campeão. Não pude ir para Urubici, mas mesmo assim me sagrei campeão. Fui rápido e tirei uma diferença de mais de 320 pontos para o líder. Agora é seguir treinando para obter melhores resultados”, vibrou Christian Ferreira, campeão amador.

Os demais resultados e a classificação geral do BES 2015 estarão disponíveis em breve no site oficial da competição: www.brasilenduroseries.com.br


 

Campeões da etapa de Petrópolis (RJ)


 

Pro:

1-Bernardo Cruz – 8min01
2-Andre Bretas – 8min07
3-Diego Knob – 8min17
4-Nataniel Giacomozzi – 8min18
5-Leonardo Mattioli – 8min19

Expert:
1-Henrique Lage – 8min40
2-Maurício Bernardi – 9min04
3-Pedro Ernesto – 9min05

Feminino:
1-Bárbara Jechow – 10min22
2-Joana Hornestam – 10min43
3-Raquel Couto – 10min58

Máster 1:
1-Yuri Bogner – 8min35
2-Cauê Weiss – 8min37
3-Christian Wagner – 8min40

Máster 2:
1-Leandro Mendonça – 8min37
2-Andre Melo de Matos – 8min40
3-Cleber Cagiano – 8min43

Máster 3:
1-Helio Nassaralla – 9min11
2-Caio Salermo – 9min12
3-Maurício Maciel – 9min14

Sênior:
1-Robert Marent – 9min43
2-Cristiano Reis – 10min20
3-Walther Cardoso – 10min50

Amador:
1-Christian Ferreira – 8min51
2-Andre Schuenck – 9min31
3-Rodolfo Tomé – 9min32

Classificação geral da pro:

1-André Bretas – 1.460 pontos (360 +600 + 500)
2-Nataniel Giacomozzi – 1.200 (420 + 420 + 360)
3-Diego Knob – 1.160 pontos (240 + 500 + 420)
4-Thiago Boaretto – 1.120 pontos (600 + 260 + 260)
5-Leonardo Mattioli – 800 pontos (500 + 0 + 300)


 


 

Campeões no geral das demais categorias:

Expert: Mauricio Bernardi
Feminino: Raquel Couto
Amador: Christian Ferreira
Máster 1: Yuri Bogner
Máster 2: Andre Melo
Máster 3: Helio Nassaralla
Sênior: Robert Marent


 

O Brasil Enduro Series tem como patrocinadores e apoiadores: Maxxis, Specialized, Cannondale, Exceed, Santa Cruz Bicycles, HUPI Bikes, Bike & Adventure, Caminhos do Sertão Cicloturismo, X Fusion, Da Matta, Calypso, GT Bicycles, Minas Máquinas Veículos, Localiza, Global Bicicletas, Mavic, Cerveja Rocky Garden, Off Camber Bike Shop e Bikelist.com.br.