Florianópolis/Ilha de Santa Catarina #Y-Jurerê-Mirim é o fita azul da 14ª Regata Mormaii

0
129

unnamed (2) 

Foto: Daniel Rodriguez/Green Vídeo

Ediçao – Adilson Pacheco
Fonte – Danilo Caboclo
Post – 04/10/-15:34

 

Florianópolis – O sábado amanheceu nublado, mas com muito vento em Florianópolis, o que deixou os velejadores extremamente contentes para a realização da 14ª Regata Mormaii, válida como 8ª etapa da Copa Veleiros de Oceano. Durante o percurso entre Centro e Jurerê, rajadas de até 25 nós (aproximadamente 45km/h) acompanharam as equipes. O fita azul (primeira embarcação a cruzar a linha de chegada) foi o Y-Jurerê-Mirim, do comandante Leone Martins, que cumpriu o percurso de 15,7 milhas náuticas em pouco mais de duas horas.

Com vento sul de 15-17 nós na Baía Norte, em frente ao Trapiche da Avenida Beira Mar, os veleiros largaram em direção a Jurerê com as velas balões no alto, proporcionando lindas imagens para o público que pode acompanhar a largada próximo das 12h deste sábado, 03.

As equipes passaram por Santo Antônio de Lisboa e logo começaram a aparecer próximos a Sede Oceânica do Iate Clube de Santa Catarina, em Jurerê. Os barcos mais velozes fizeram ainda o contorno nas Ilhas de Ratones Grandes e do Francês antes de completar o percurso em frente ao alinhamento do trapiche do clube. Já as demais classes seguiram direto para a linha de chegada.

Na RGS Cruzeiro o fita azul Y-Jurerê-Mirim foi o grande campeão, com Açores II em segundo e Taura 1 em terceiro. O Força 12, do comandante Arno Juk, fez uma excelente regata sendo a terceira embarcação no geral, incluindo todas as classes, a cruzar a linha de chegada e confirmar o título da HPE25. Destaque também para o Corta Vento, campeão na C30.

Na ORC, uma ótima disputa entre os veleiros Melody 5 e Absoluto. Com apenas 21 segundos de diferença após o tempo corrigido, o Absoluto, do comandante Pedro Prosdocimo, foi o grande vencedor da regata. Ainda mais apertada foi a definição da classe RGS A. O veleiro Bruxo, comandando por Luiz Carlos Schaefer, cruzou na frente, com 12 segundos de vantagem para o Argonauta (vice-campeão), após o tempo corrigido, e 39 segundos para o Plâncton, terceiro colocado.

Na RGS B, o Zephyrus foi o mais rápido, com o Bom Abrigo em segundo lugar, enquanto na RGS C o Eyphoria completou a Regata Mormaii em primeiro lugar.

Após a Regata Mormaii, a Copa Veleiros de Oceano será completa com a Regata Marejada, que acontece em novembro, e logo em seguida, fechando o ano, a tradicional Volta à Ilha, no mês de dezembro.