Florianópolis : Itajaí Sailing Team é o fita azul da Regata Baía Sul

0
140

7 (1) (2) (1) (1)

Na ORC, apesar de ser o fita azul o Itajaí Sailing Team terminou em segundo lugar na classificação geral.O título da etapa ficou com o Melody 5 com vantagem de apenas 12 segundos para o concorrente.
Edição – Adilson Pacheco
Fonte – Danilo Cabloco/ICSC
Post -9/8-08:43

Como tem acontecido em Florianópolis nas últimas semanas, o sábado (8) de inverno amanheceu com sol e dia limpo proporcionando um dia de verão perfeito para os velejadores disputarem a Regata Baía Sul, válida como sexta etapa da Copa Veleiros de Oceano. Para deixar as condições ainda mais perfeitas, o vento soprou de nordeste variando de 10 a 20 nós durante a regata (18km/h a 35km/h).
“Se a gente pudesse escolher um dia para velejar com as melhores condições de vento, independente da data, esse dia seria hoje. Esse momento é aquele que a gente deseja ficar cinco horas na água, pois estava perfeito”, festejou Marcelo Gumsão, timoneiro do Itajaí Sailing Team. O veleiro da classe ORC foi o fita azul (primeiro barco a cruzar a linha de chegada) da Regata Baía Sul, que teve sua largada próximo a Ponte Pedro Ivo Campos.
A largada foi com vento popa de aproximadamente 10 a 12 nós, o que possibilitou os veleiros a abrirem os balões logo no início da regata. Quem passava pelo local pode conferir uma linda imagem com a velas colorindo a Baía Sul. Após contornarem uma boia nas proximidades do Iate Clube de Santa Catarina, os veleiros seguiram até a Ponta de Coqueiros e de lá até a baía de São José. Neste momento o vento começou a apertar e já no contorno da Ilha do Largo as condições já eram de quase 20 nós de vento. Mais uma vez as equipes seguiram até a Ponta de Coqueiros e terminaram a regata em frente à Sede Central do Iate Clube de Santa Catarina.

“A regata de hoje foi muito boa”,
frisou Marcelo Gusmão. “Nós temos um calendário nacional extenso, com as disputas da REFENO e Rio Santos, por exemplo, e as etapas da Copa Veleiros de Oceano são de um ótimo nível técnico, o que nos proporciona fazer ótimas regatas aqui e preparar bem o barco. O nível técnico da ORC também é muito forte aqui”, acrescentou.
E o equilíbrio pode ser visto após a chegada de todos os barcos. Na ORC, apesar de ser o fita azul o Itajaí Sailing Team terminou em segundo lugar na classificação geral após a correção de tempo. O título da etapa ficou com o Melody 5 com vantagem de apenas 12 segundos para o concorrente. O Catuana Kim foi o terceiro na ORC.

Na classe C30
deu Corta Vento. Na RGS A, o Plancton terminou em primeiro, à frente do Argonauta. Na RGS B o grande campeão da etapa foi o Zephyrus seguido pelo Bom Abrigo. Na RGS C o mais rápido foi o Tintiun com Vento Solar em segundo. Já na RGS C, o Carino foi o vencedor da etapa com Y Jurerê Mirim em segundo e Quival em terceiro.
A próxima etapa da Copa Veleiros de Oceano acontece no dia 12 de setembro, com a realização da etapa Arquipélago. Até o momento foram disputas seis eventos: Regata Centro-Jurerê (fevereiro), Regata Cidade de Florianópolis (março), Regata Fortalezas (abril), Regata Tripulação (maio) e Regata Lineares (junho) e Regata Baía Sul (agosto). Após a Regata Arquipélago (setembro) estão programadas: Regata Mormaii/Bombinhas (outubro), Regata Marejada (novembro) e a Volta à Ilha de Santa Catarina, que encerra o calendário náutico do ICSC no mês de dezembro.
Confira a súmula: