Thiago Santos lança o livro “Materialismo, consumo e propensão ao endividamento financeiro – O comportamento dos jovens universitários”.

0
140

Livro (1) (1) (1) (1)

Antes de escrever o livro, Thiago realizou uma pesquisa com 12 mil jovens universitários em todo o Estado de Santa Catarina. Para a obra, ele fez um recorte dos dados mais importantes coletados com cinco mil entrevistados. “Quando entram na graduação, muitos jovens têm o primeiro contato com uma gestão orçamentária, alguns deles ficam perdidos em relação aos produtos de consumo e ao endividamento financeiro”,

Edição – Adilson Pacheco
Fonte – Roberta Watzko
Post – 06/08 -19:00

O coordenador do Instituto de Pesquisa Avantis (IPA) e professor da Faculdade Avantis, Thiago Santos, acaba de lançar o livro “Materialismo, consumo e propensão ao endividamento financeiro – O comportamento dos jovens universitários”. A obra é resultado de um trabalho de pesquisa que começou a ser estruturado há três anos e conta ainda com explicações e previsões sobre o futuro econômico do país, além de esclarecimentos sobre distúrbios de consumo.

Thiago explica que o interesse pelo tema surgiu quando, há alguns anos, especialistas iniciaram discussões sobre a possibilidade de uma crise econômica se instalar no país. Nesse contexto, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e outros começaram a pesquisar e avaliar o comportamento de consumo dos jovens até 30 anos. Outro grupo de pesquisadores optaram por fazer a análise com alunos já do Ensino Fundamental.

A partir dessa discussão econômica e a previsão da crise se instalar já no ano de 2016, o especialista decidiu estudar o comportamento de jovens acadêmicos. “Geralmente, é nesse período que o jovem começa a trabalhar e conquista a liberdade financeira. Eu quis estudar como era essa relação dele com o dinheiro, sendo que no Brasil não recebemos nenhuma formação regulamentada na área de estudos econômicos”, justifica.

Antes de escrever o livro, Thiago realizou uma pesquisa com 12 mil jovens universitários em todo o Estado de Santa Catarina. Para a obra, ele fez um recorte dos dados mais importantes coletados com cinco mil entrevistados. “Quando entram na graduação, muitos jovens têm o primeiro contato com uma gestão orçamentária, alguns deles ficam perdidos em relação aos produtos de consumo e ao endividamento financeiro”, ressalta.

Muito alto

Segundo o autor, com a pesquisa foi possível observar que os jovens universitários têm um nível muito alto de endividamento, que gira em torno de R$17 mil reais. “Precisamos explicar que não se considera endividamento a prestação de algum bem e sim, se não há o pagamento desta prestação. Em primeiro lugar esse endividamento está relacionado com a compra de automóveis. Depois, com a própria mensalidade da faculdade, seguindo para gastos com moradia e alimentação”, enfatiza.

Ainda no livro, o autor dedica um capítulo exclusivamente para retratar dados de estudantes universitários de classe baixa e como eles lidam com a gestão orçamentária e financeira. Thiago é publicitário e mestre em Administração. O livro estará disponível, em breve, para compra no site da Livraria Saraiva e na livraria Catarinense de Blumenau.