Jandir vai a Brasília para discutir problemática do Porto de Itajaí

0
110

Jandir (Comitiva de Itajaí participou nesta manhã de audiência do Fórum Parlamentar Catarinense

A renovação é necessária para que o Porto de Itajaí continue recebendo investimentos e se mantenha competitivo. A arrendatária do porto possui um montante de R$ 165 milhões liberados para investir em Itajaí, podendo esse valor ser ampliado, de acordo com a demanda de mercado. No entanto, uma vez que o prazo de concessão vence em 2022 e, em sete anos, o arrendatário não tem condições de remunerar estes investimentos, existe a premente necessidade da renovação do arrendamento.

Edição – Adilson Pacheco
Fonte – Joca Baggio/PI
Post: 9/7-22:13

Na manhã de quinta-feira (09), o Prefeito de Itajaí, Jandir Bellini e o engenheiro de carreira da Superintendência do Porto de Itajaí, Marcelo Werner Salles, acompanhados de outras autoridades municipais e estaduais, participaram de Audiência do Fórum Parlamentar Catarinense, em Brasília. Na pauta da audiência estava a Renovação Antecipada do Arrendamento do Terminal de Contêineres do Porto de Itajaí e adensamento da área do Porto Público que deve ser arrendada à iniciativa privada, pelo Governo Federal, ainda sem data para acontecer, à área já operada pelo atual arrendatário dos berços 1 e 2..

A renovação
é necessária para que o Porto de Itajaí continue recebendo investimentos e se mantenha competitivo. A arrendatária do porto possui um montante de R$ 165 milhões liberados para investir em Itajaí, podendo esse valor ser ampliado, de acordo com a demanda de mercado. No entanto, uma vez que o prazo de concessão vence em 2022 e, em sete anos, o arrendatário não tem condições de remunerar estes investimentos, existe a premente necessidade da renovação do arrendamento.
“Itajaí está dependendo hoje de investimentos a serem autorizados por órgãos federais para garantir sua sobrevivência como porto organizado. Não estamos falando em buscar dinheiro no governo federal. Nós já temos o investidor privado disposto a investir R$ 165 milhões de imediato no Porto de Itajaí, podendo, inclusive, ampliar o montante que deverá ser empregado no aparelhamento e modernização do terminal de contêineres. Mas, dependemos de autorização da Agência Nacional dos Transportes Aquaviários (ANTAQ) e da Secretaria de Portos da Presidência da República (SEP) para que isso aconteça”, argumentou o prefeito.
Após a audiência, ficou acertado que um documento será enviado à Advocacia Geral da União (AGU)solicitação que esta situação seja reavaliada. Cerca de 70% dos exportadores e importadores que operam em Santa Catarina utilizam o Porto de Itajaí. Também é por ele que circulam 3,5% do Produto Interno Bruto (PIB) do país. O Porto de Itajaí é um dos 120 maiores do planeta – segundo o World Top Containers Ports 2014, e movimenta mais de 80% da corrente de comércio de Santa Catarina