Jon Bramley:”Itajaí nos impressionou muito, uma vez mais pela forma como organizou a sua parada “

0
135

Entrevista
REGATA NEWS DIGITAL EDIÇÃO 28 PAGINA 6 & 7

Jon Bramley:”Itajaí nos impressionou muito,
uma vez mais pela forma como
organizou a sua parada ”

A regata volta ao mundo durante suas paradas teve a participação de mais de três mil jornalistas que divulgaram o evento em todos os países do planeta. Por detrás desta máquina de comunicação está o jornalista Jon Bramley, diretor de comunicação do maior evento náutico da terra. A cidade de Gotemburgo, Suécia estava recebendo a última parada da Volvo Ocean Race. O cenário era ante véspera da regata in-port. Pois é, diante deste cenário o jornalista Jon Bramley, parou alguns minutos para conceder esta entrevista exclusiva ao jornal/site Regata News – Jon Bramley-

Leia também no :https://regatanews.com.br/

Regata News – Qual é a sua avaliação desta Volvo Ocean Race?
Jon Bramley-Estamos muito satisfeitos com esta edição. Em tantas frentes, especialmente em notícias e mídia social, temos mostrado um bom crescimento, juntamente com um grande aumento no interesse comercial. A corrida está olhando em sua melhor forma por um longo tempo como nós cabeça em um novo ciclo para a corrida 2017-18.

Regata News – Cresceu o número de jornalistas que participam na cobertura?
Jon -Nós não temos os números finais ainda, mas sim, nós passamos a figura de jornalistas credenciados para cobrir a corrida em 2011-12 (cerca de 3.000) no início de maio nesta edição.

Regata News -A Vestas acidente serviu para demonstrar que a raça Volvo Ocean tem uma resposta rápida a qualquer estrutura problema?
Jon -A raça tem um sistema de gestão de crises muito detalhada e bem ensaiado no lugar que nós trabalhamos muito duro sobre o bem antes do início da ação. Ele pagou dividendos neste incidente, mas também que beneficiou de grande cooperação de nossos colegas da equipe Vestas Wind. É tão importante para ser alinhado com as equipes, quando este tipo de coisa acontece.

Regata News -Depois de tudo – Volvo Ocean Race deixa Alicante e move-se para Lisboa? Quando está definido esta mudança?
Jon -A sua informação está incorreta. A HQ Corrida permanece em Alicante para o próximo ciclo de corridas até 2018 antes de nosso contrato atual com as extremidades espanhóis. Temos várias opções sobre a mesa, incluindo Lisboa e Alicante, depois disso e vamos fazer um estudo aprofundado para garantir que escolher o local certo para o nosso post de base 2018. É muito cedo para especular sobre a forma que a discussão vai terminar.

Regata News – O momento mais tenso para você durante esta Volvo Ocean Race?
Jon -Fácil – a noite (29 de novembro de 2014) nós aprendemos toda a extensão dos problemas da equipe Vestas Wind que estavam no meio de recifes no Oceano Índico. Essa foi uma noite muito tensa e preocupante para todos os interessados. Demorou algum tempo para resolver o problema, tanto no local como em Alicante.

Regata News – Itajaí – está no caminho para sediar mais uma edição – que outras cidades na América do Sul competindo anfitrião um desfile?
Jon – A posição está mudando o tempo todo como cidades ver o quão bem sucedido nesta edição tem sido. Posso dizer, porém, que Itajaí nos impressionou muito, uma vez mais pela forma como organizou a sua parada de sucesso. Eles serão muito fortes candidatos – mas talvez tenhamos mais de uma escala na América do Sul na próxima vez. Quem sabe? Nossa esperança é que podemos anunciar nossa nova rota no início do próximo ano (2016).

Regata News -A abordagem do público com a caixa velejadores serviu para aumentar o público e ver mais da estrutura de uma grande corrida?
Jon Bramley- A nossa ambição em todos os aspectos da corrida é dar ao público a melhor visão possível da corrida, seja em terra através das comunicações de barco, ou como um espectador na água. O crescimento em números de audiência sugerem termos sido bem sucedidos.

Regata News -Como você avalia a parada brasileira, você pode descrever se houve erros e acertos?
Jon – Nós estamos sempre aprendendo nesta corrida. Em minha opinião, no entanto, Itajaí, tem uma boa ideia de como uma parada bem sucedida deve ser organizada. Nós apreciamos muito o trabalho da equipe de lá e as centenas de milhares de fãs brasileiros que vieram para ver os barcos durante a parada de 2015. O Brasil é uma das maiores bases de fãs que temos no mundo e queremos continuar dando-lhes um grande show no futuro.