Ian Walker vence a 12ª Volvo Ocean Race

0
158

REGATA NEWS DIGITAL EDIÇÃO 28 PAGINA 8 & 9 )
Ian Walker vence a 12ª Volvo Ocean Race

Vencedor por antecipação desde o fim da oitava perna, o Abu Dhabi Ocean Racing recebeu oficialmente a taça de campeão da Volvo Ocean Race 2014-15 na parada final da regata em Gotemburgo. O medalhista olímpico inglês Ian Walker foi o responsável por levar a tripulação do barco árabe ao inédito título da regata de Volta ao Mundo. A prata ficou com o Team Brunel e o bronze com o Dongfeng Race Team.

Abu Dhabi Ocean Racing! O barco que leva o nome dos Emirados Árabes Unidos para o mundo do esporte entra para o seleto hall de ganhadores da Volvo Ocean Race. A equipe comandada pelo medalhista olímpico Ian Walker ganhou o campeonato após chegar ao pódio em sete das nove etapas. Foram duas vitórias – etapa inicial e na que teve o Brasil como destino final. Durante os nove meses de prova, o barco navegou por 146 dias, 16 horas e 9 minutos. “Eu disse antes de começar a regata que estava confiante no título, mas existem centenas de maneiras de perder um campeonato e apenas uma para vencer. A vitória na Volvo Ocean Race e as minhas duas medalhas olímpicas foram conquistas especiais para minha carreira”, disse o comandante Ian Walker.
A tripulação do Abu Dhabi é formada por atletas de oito países: Inglaterra, Irlanda, Austrália, Nova Zelândia, Emirados Árabes Unidos, Estados Unidos, Espanha e Antilhas Holandesas. Juntos, os velejadores somam 20 participações em Volvo Ocean Races. O velejador Adil Khalid se tornou o primeiro árabe a vencer a regata de Volta ao Mundo. “Esse é o momento mais especial da minha vida. Estou orgulhoso pelo meu país e por meus companheiros”
O espanhol Chuny Bermudez fala português por ser da região da Galícia – fronteira com Portugal. O galego foi peça chave na campanha do Brasil 1 na Volvo Ocean Race 2005-06 ao lado de Torben Grael e cia. “Disputar a Volvo Ocean Race é muito difícil, pois os barcos são iguais! Nesse sentido conseguimos também terminar o evento sem quebras”, contou o espanhol.
Os árabes se prepararam bastante para chegar ao título. Após um quinto lugar na edição 2011-12, a equipe fez 207 dias de treinamento. A média de idade a bordo é de 35 anos.
Ian Walker já viveu outras adversidades fora da regata. Em 1997, o britânico sobreviveu a um acidente de carro que tirou a vida de seu parceiro olímpico John Merricks. Eles tinham vinte e poucos anos na época. Apenas um ano antes, a dupla ganhou a medalha de prata olímpica em Atlanta-1996 na classe 470.
Ele se recuperou da tragédia para ganhar novamente uma prata olímpica, agora em Sydney-2000, na classe Star ao lado de Mark Covell. O bronze naquele evento ficou para os brasileiros Torben Grael e Marcelo Ferreira.

“Eu conheci Ian Walker”

“Conhecer Ian Walker, Capitão Abu Dhabi, me deixou imensamente feliz, ele é muito gentil e teve bastante paciência até eu sair legal em uma foto, rsrs, senti a alegria dele ao ver os Brasileiros pedindo fotos, ele estava com aquele sorriso lindo estampado no rosto, já era previsto sua vitória, ele estava com um brilho nos olhos que emocionou a todos. Parabéns pela vitória. Pena ele falar inglês muito rápido”, assim reagiu a modelo Larissa Guadagnin, ex – miss Penha em 2014, ela reside em Itajaí, palco de uma das paradas da regata volta ao mundo.

Regata News você está onde quando registrou esta imagem com Ian?
-Eu estava na Volvo Ocean Race
Você esteve na edição anterior da Volvo Ocean Race?
-Também vi a edição anterior, Mas não tive contato com eles.
O que vocês faz
-Eu sou estudante de pedagogia, formada no magistério na Univali. E também sou modelo e fui Miss Penha 2014. Gosto bastante dessa atividade.
Você pretende conciliar os dois pedagogia e atividade modelo?
– Ah! Então, eu pretendo conciliar os dois. Pois amo as crianças, mas também amo modelar, seria difícil escolher, pois já fazem parte da minha vida.
Algum destaque na atividade de modelo?
-No momento só desfiles.