Volvo Ocean Race: Vitória holandesa na etapa de Portugal

0
149

portugal 67
Resultado coloca Team Brunel novamente na disputa pelo título, seis pontos atrás do líder Abu Dhabi Ocean Racing. Em segundo chegou o MAPFRE, do brasileiro André ‘Bochecha’ Fonseca. Faltam duas etapas para o fim do campeonato.
O Team Brunel, barco comandado por Bouwe Bekking, venceu, nesta quarta-feira (26), a sétima etapa da Volvo Ocean Race, disputada entre Newport, nos Estados Unidos, e Lisboa, Portugal. A equipe da Holanda completou o percurso de 2.800 milhas náuticas em 9 dias, 11 horas, 9 minutos e 49 segundos. Em segundo lugar terminou o MAPFRE, seguido por Team Alvimedica, Dongfeng Race Team, Abu Dhabi Ocean Racing e Team SCA.
“Foi uma das mais fáceis e excitantes etapas ao mesmo tempo”, comemorou Bouwe Bekking, que disputa pela sétima vez a Volvo Ocean Race.”Os caras fizeram um grande trabalho, mas confesso que foi uma das mais calmas pernas transatlânticas que já naveguei. Foi um cruzeiro”.
O resultado coloca o barco holandês novamente na disputa do título da temporada. O Team Brunel está em terceiro no geral com 22 pontos perdidos. “Acredito que a situação tenha mudado um pouco. Após a etapa, a regata está aberta novamente. Nós ainda temos duas pernas para velejar e vamos continuar a lutar para a melhor posição no final”, disse Bouwe Bekking, do Team Brunel. O velejador holandês deu a volta por cima e pode ter apagado uma memória ruim. Em 2006, o atleta estava a bordo do Movistar, barco que naufragou no Atlântico Norte.
O líder no geral é o Abu Dhabi com 16, seguido pelo chinês Dongfeng com 21. Os chineses tinham tudo para conseguir diminuir ainda mais a vantagem, mas acabaram perdendo posições e a gota d’água foi terminar em quarto – fora do pódio – 55 segundos atrás do Team Alvimedica. “Minha missão agora é me controlar e pedir desculpas à minha equipe. Não fui um bom comandante desta vez! Os atletas estavam bem pela manhã e eu não. Pode ser por isso que perdemos o terceiro lugar”, disse o decepcionado Charles Caudrelier, comandante do Dongfeng Race Team.

Palavras dos brasileiros na Volvo Ocean Race

O barco espanhol MAPFRE, que chegou em segundo – menos de 22 minutos atrás do Team Brunel – tem o brasileiro André ‘Bochecha’ Fonseca como integrante. “Brigamos até o fim pela liderança. Velejamos juntos a etapa inteira e faltou pouco de velocidade na chegada. Vamos continuar nessa competição contra o Brunel nas próximas duas etapas. O barco andou rápido e respondeu na travessia transatlântica. A nossa equipe trabalhou muito bem do começo ao fim”.
Já o Team SCA chegou novamente em sexto lugar, como em todas as outras seis etapas. As meninas chegaram a liderar a regata e não deixaram os adversários escaparem tanto. Cruzaram a linha de chegada duas horas depois do vencedor. A holandesa Carolijn Brouwer, que morou muito tempo no Brasil, gostou do desempenho das meninas. “Foi minha terceira passagem pelo Atlântico e dessa vez foi diferente, pois fez menos frio e vento fraco. O resultado foi bom pra gente e o número final não mostra o esforço que estamos fazendo a bordo. Agora, as próximas pernas, que são mais curtas, podem nos favorecer”.