“Nossa Capital é uma ilha e não temos transporte marítimo e muito menos píer para navios”: Samuel Koch, presidente da Abih/SC

0
182

Samuel 50

“É preciso repensar na infraestrutura que o Estado oferece aos nossos turistas, pois estamos com nossos acessos prejudicados, seja pela terra, céu ou mar. É necessário mais atenção às nossas rodovias, ao aeroporto de Florianópolis, que vive um imbróglio há anos, bem como a todos os aeroportos regionais, e ao acesso pelo mar. Nossa Capital é uma ilha e não temos transporte marítimo e muito menos píer para navios”..

Edição: Adilson Pacheco
Post:28/05-00:07
O discurso do empresário Samuel Koch, presidente da Abih/SC na abertura de um dos mais importantes encontros da hotelaria do país – é um verdadeiro raio da situação do setor diante das novas tecnologias e a carência de profissionais para setor. Leia a seguir o discurso em sua integra uma lição para todos os empresários e um alerta para o setor público.

“Boa noite a todos!
Cumprimento cordialmente o senhor Enrico Fermi Torquato, presidente da ABIH Nacional. E saúdo também todas as autoridades já citadas no protocolo. Meu cumprimento especial aos empresários, hoteleiros, entidades, estudantes, jornalistas e todos os participantes aqui presentes, que vieram prestigiar esse grande evento. E também aos expositores, que a cada ano garantem o sucesso da feira de produtos e serviços para hotelaria.
É com muita honra e imensa alegria que venho, em nome da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Santa Catarina, abrir oficialmente o 29º Encatho & Exprotel, maior encontro de hoteleiros do Sul do Brasil.
Este ano nós temos diversas novidades, a começar pelo nome. Criamos uma marca, e a partir de agora Encatho & Exprotel passa a ser um único evento, e ainda mais focado em reunir toda a cadeia produtiva do turismo.
São quatro dias voltados a qualificar e apresentar as inovações, tendências e perspectivas da hotelaria e turismo.
Há quase 30 anos o evento reúne profissionais, estudantes, empresários de meios de hospedagem, agências de viagens e restaurantes, além de fornecedores, entidades e imprensa especializada para discutir, trocar experiências e conhecer novos produtos para aperfeiçoar seus empreendimentos. No ano passado, circularam por aqui mais de três mil pessoas de 70 cidades e 10 estados. O evento tornou-se referência no cenário nacional e esperamos repetir esse sucesso este ano.
Nos últimos eventos destacamos temas relevantes como: aumento da ocupação hoteleira, tendências e oportunidades, a era da informação, inovação na hotelaria e, ano passado, sustentabilidade na hotelaria.
Para o Encatho & Exprotel 2015, o tema escolhido foi Tecnologia na Hotelaria, pois adaptar-se ao novo consumidor, que cada vez está mais conectado, que busca informação, compara e compartilha experiências antes de consumir, é o novo desafio da hotelaria.
O momento atual exige reserva e check-in online, internet gratuita, cardápios interativos, SmartTV no apartamento, um site moderno e de fácil navegação, entre muitos outros itens que se tornaram fundamentais para agradar um hóspede. Atualmente as pessoas querem praticidade e interatividade. E é nesta hora que a tecnologia vira a principal aliada do empresário.
Foi graças aos computadores, à internet e aos sistemas de gestão especializados que a hotelaria evoluiu. Primeiro a tecnologia foi aplicada na administração e gerenciamento, depois ela foi utilizada para reconhecer o cliente de forma mais detalhada. E com a revolução que transformou os hábitos de consumo, tornou-se fundamental para comercializar as unidades habitacionais.
Mas qual a melhor plataforma? O melhor software? Quais equipamentos utilizar? Em quais canais sociais estar presente? As perguntas são muitas, mas algumas poderão ser respondidas durante este evento, que será formado por palestras com profissionais de renome nacional, simpósio de governança e manutenção hoteleira, fórum de A&B, Espaço SEBRAE, Espaço Senac, Alameda dos Associados e THOR – Turismo & Hotelaria Recebe, que foi organizado junto com o Instituto Federal de Santa Catarina e a Estácio de Sá/ASSESC, além da maior feira de produtos e serviços do segmento hoteleiro do Sul do Brasil.
E para acompanhar essa evolução, o Encatho & Exprotel 2015 também está mais tecnológico. Tanto visitantes quanto expositores terão acesso a diversas ferramentas multiplataformas. Uma delas é a Internet gratuita e o aplicativo do evento, com mapa da feira e programação das palestras. Estamos também presentes nas mídias sociais e lançamos uma revista digital que integra texto, vídeo e galeria de fotos. Tudo com muita interatividade, como esse momento em que vivemos exige.
Vale destacar aqui a importância da hotelaria para a economia catarinense. Nosso Estado conta hoje com quase 3 mil meios de hospedagem, que somam 240 mil leitos nas 10 regiões turísticas. O setor de Turismo gera em torno de R$ 20 bilhões em receita, e representa 12,5% do PIB de Santa Catarina, gerando 400 mil empregos diretos e 1,5 milhão de ocupações indiretas. São números extremamente relevantes e que tendem a crescer a cada ano, com investimentos e inovações.
Por isso, como presidente da ABIH-SC, não poderia deixar de aproveitar essa oportunidade para chamar atenção para fatores que prejudicam diretamente os negócios do nosso setor turístico e que merecem mais investimento por parte do poder público, são eles:

 A ausência de rede de esgoto em algumas regiões;

 O reajuste na energia elétrica; além dos problemas com fornecimento de água e energia, principalmente na alta temporada; que este ano melhorou em relação ao ano passado, mas ainda ocorreu em muitas cidades do Estado.
E ainda temos muito que melhorar na mobilidade urbana, na segurança pública e na sinalização turística. No ano passado, eu viajei muito pelo Estado, com o projeto de interiorização da ABIH-SC, e presenciei desde estradas boas até trechos muito precários, sem sinalização nenhuma, e isso prejudica diretamente no retorno econômico desses destinos turísticos.
Falando nisso, é preciso repensar na infraestrutura que o Estado oferece aos nossos turistas, pois estamos com nossos acessos prejudicados, seja pela terra, céu ou mar. É necessário mais atenção às nossas rodovias, ao aeroporto de Florianópolis, que vive um imbróglio há anos, bem como a todos os aeroportos regionais, e ao acesso pelo mar. Nossa Capital é uma ilha e não temos transporte marítimo e muito menos píer para navios.
A carga tributária que incide sobre as empresas está ficando insuportável. Por isso, a ABIH-SC vem tomando atitudes importantes, como a redução da alíquota de 25% do ICMS para 17% sob o serviço de energia elétrica. Nós, da ABIH-SC, entramos com um processo para pleitear a declaração de inconstitucionalidade desse dispositivo da legislação estadual, para que não sejam mais obrigados a recolher o ICMS pela alíquota de 25%, e sim de 17%. E ainda o direito à restituição dos valores recolhidos indevidamente nos últimos 5 anos.
Ainda na questão de energia elétrica, vale lembrar a parceria da ABIH-SC com a Celesc, firmada no Encatho & Exprotel do ano passado, que busca aprimorar o consumo de eletricidade no setor hoteleiro, auxiliando no Programa de Eficiência Energética e promovendo palestras sobre o uso racional da luz. Eu aproveito para chamar a atenção dos hoteleiros, para que utilizem melhor essa parceria principalmente agora, em tempos de racionamento.
Neste ano a ABIH Santa Catarina, completa 50 anos. É meio século amparando e defendendo os interesses da indústria hoteleira do Estado de Santa Catarina. Parabéns à entidade, que é uma das mais representativas do turismo catarinense. Gostaria de pedir uma salva de palmas.
Para finalizar, gostaria de fazer um agradecimento especial aos envolvidos na organização do Encatho & Exprotel, a equipe da ABIH-SC, que nos últimos meses trabalhou muito para o sucesso deste evento. Em especial, ao diretor de marketing, João Eduardo Moritz Neto, que fez acontecer, se envolvendo 100% na realização do evento. Agradeço nosso conselho deliberativo, que com sua experiência contribui nas decisões da ABIH-SC, aos apoiadores, que vestem a camisa em busca da excelência, e a todos os meios de hospedagem associados e patrocinadores que nos fortalecem todos os anos. E, principalmente, aos expositores, que enaltecem nosso evento, e a imprensa que apoia e divulga incansavelmente, tornando-o o maior encontro de hoteleiros do Sul do Brasil.
O Encatho & Exprotel é realizado pensando em trazer para vocês qualificação profissional, bons negócios e o que é tendência no segmento hoteleiro.
O que nós queremos é inspirar novas ideias, estimular ações inovadoras e fortalecer o relacionamento no setor hoteleiro. Desejamos que a programação enriqueça profissionalmente cada um de vocês.
Sejam todos muito bem-vindos à 29ª edição do Encatho & Exprotel.
Muito obrigado e boa noite!”