Complexo Portuário do Itajaí: Realidade portuária é discutida na Univali

0
205

porto d

As atuais condições operacionais do Complexo Portuário do Itajaí, seus projetos de expansão para mantê-lo competitivo foram alguns dos temas discutidos na noite de quarta-feira, 29/abril, em reunião da Câmara Setorial de Comércio Exterior, da Associação Empresarial de Itajaí (ACII), realizada na Universidade do Vale do Itajaí (Univali). O evento, no formato de mesa redonda, reuniu autoridades do Porto de Itajaí, dos terminais portuários, do comércio e da política local, no Teatro Adelaide Konder, no Campus Itajaí. A realização ficou a cargo a ACII e do Centro de Ciências Sociais Aplicadas/Gestão (Cesciesa), da Univali.
“O debate abordou o projeto e obras da nova bacia de evolução do Complexo Portuário, a Via Expressa Portuária e gerou uma ampla discussão sobre os principais gargalos que hoje impactam no desenvolvimento da atividade portuária”, relata o superintendente do Porto de Itajaí, engenheiro Antonio Ayres dos Santos Junior. O evento contou ainda com a participação do presidente da ACII, Eclésio Silva e dos superintendentes da APM Terminals Itajaí e Portonave Terminais Portuários Navegantes, Ricardo Arten e Osmari Castilho Ribas, respectivamente. Foi mediado por Marco Aurélio Rosembrock, coordenador do curso de Administração da Univali.
Para o coordenador do Cesciesa, professor Manoel Antônio dos Santos, a realização do debate deu visibilidade à academia de um importante tema, que são as limitações operacionais do Complexo Portuário do Itajaí, a exemplo dos acessos aquaviários e terrestres, aos mesmo tempo que aumenta a credibilidade dos investimentos feitos na atividade portuária junto a Universidade e meio empresarial. “Queremos com isso mobilizar a sociedade em torno dos problemas do porto, como já ocorreu outras vezes, e somar forças para reivindicarmos os investimentos que o Complexo precisa”, diz Manoel.
O evento foi prestigiado por empresários, acadêmicos dos cursos de Comércio Exterior, Logística e Gestão Portuária, da Univali, e por pessoas da comunidade interessadas no tema.