Itajaí: Uma cidade vive a maior regata do mundo

0
122

ELES ESTÃO 01

A população de Itajaí deu demonstração neste domingo – para o mundo que não gosta somente de futebol, mas também do esporte náutico. Milhares de moradores de Itajaí e Navegantes se concentraram nos molhes da barra para recepcionar os velejadores e e outra multidão aplaudia cada barco que chegava na Vila da Regata.
A quinta etapa da Volvo Ocean Race será impossível de tirar da memória. A vitória do Abu Dhabi, a diferença mínima entre os barcos, um brasileiro a bordo, recorde de milhas velejadas, Cabo Horn, icebergs, frio e quebras…Ufa…Serão necessários vários parágrafos para contar toda a história da perna entre Auckland e Alicante. Vamos resumir os fatos:

Árabes venceram
O Abu Dhabi, barco árabe comandado por medalhista olímpico Ian Walker, cruzou a linha de chegada da quinta etapa da Volvo Ocean Race em primeiro lugar, depois de 18 dias 23 horas e 30 minutos. Pouco tempo depois – exatos 55 minutos – chegaram MAPFRE, Team Alvimedica e Team Brunel. A equipe abriu sete pontos na liderança do campeonato e ainda quebrou o recorde de milhas velejadas em 24 horas – 550,8 milhas náuticas.
“Foi uma etapa dura e desgastante! Um final apertado e os barcos ficaram próximos do começo até o fim da regata. Resultado do ótimo desempenho da nossa tripulação no percurso. O segredo dos barcos de design único é velejar bem. Se fizer tudo direito dá tudo certo”, disse Ian Walker, comandante do Abu Dhabi Ocean Racing.
Na edição passada, o Abu Dhabi não chegou em Itajaí por problemas na embarcação, mas dessa vez deram a volta por cima, vencendo e convencendo. A melhor notícia é que a equipe árabe lidera a competição com sete pontos de diferença para o segundo colocado.
O próximo barco a chegar será o Team SCA, equipe 100% feminina. O Dongfeng também é esperado, mas eles quebraram o mastro e estão voltando a motor.