Faltam 8 dias.Hoje, sexta-feira (27), 40 velejadores mirins da ANI fazem preparação para regata Volvo Academy

1
196

8dd 2

Faltando 8 dias para Itajaí receber mais uma parada da Volvo Ocean Race. Mas velejadores mirins já estão em clima de regata volta ao mundo – eles treinam nesta sexta no Saco da Fazenda para mini regata da Itajaí Stopover – a partir das 14h30 no Saco da Fazenda.
velejadores mirins irão fazer uma espécie de “aquecimento” para a Volvo Academy, competição realizada em todas as paradas da Volvo Ocean Race com crianças e adolescentes. Participam do treino, no Saco da Fazenda, 40 velejadores mirins.
Com o objetivo de promover o primeiro contato dos velejadores mirins locais com o esporte, uma mini regata organizada pela Volvo Ocean Race com o apoio da Federação Internacional de Vela (ISAF) e da Confederação Brasileira de Vela e Motor (CBVM) é realizada em cada cidade que recebe o evento náutico. Em Itajaí, não é diferente. A edição de 2015 da Volvo Academy será realizada nos dias 11 e 12 de abril, no Saco da Fazenda.
Em 2012, para muitos foi o primeiro contato com a vela e o ambiente náutico, para outros, significou o incentivo que faltava para aderirem de vez ao esporte e passar a praticá-lo em alto rendimento. Dentre eles, está Alexandre dos Santos, de 15 anos. Ele começou a velejar em regatas-mirins na Baía Afonso Wippel, o Saco da Fazenda, e hoje integra a equipe de vela de monotipos da ANI, além de ser o mais novo tripulante do principal time de vela oceânica da cidade, o Itajaí Sailing Team.
Alexandre, assim como a maioria dos colegas de equipe, começou a velejar em 2012, durante as regatas do programa Volvo Academy – uma parceria entre o Município, a própria associação náutica e a organização da Volvo Ocean Race. De lá para cá, a experiência de velejar – a princípio como uma atividade de lazer – ganhou forma e os reflexos apareceram em forma de resultado em competições.
Depois da Volvo Academy, os velejadores participaram do projeto “Navegando pela Cidadania”, que proporciona às crianças da Rede Municipal de Educação o contato com a cultura náutica. Em seguida, parte dos alunos, entre eles o próprio Alexandre, passou a integrar o time de optimist da ANI, classe de barco considerada a categoria de base da vela e que já revelou atletas olímpicos como Robert Scheidt e o velejador catarinense que disputa a Volvo Ocean Race, André Fonseca (Bochecha).
Em três anos de atuação, a equipe de vela da ANI conquistou títulos como o 1º lugar no Encontro Internacional de Optimist, realizado em Buenos Aires, na Argentina, em 2013, e os troféus de 1º e 2º lugares nas categorias geral e masculino no Campeonato Sul Brasileiro de Optimist de 2013, além de acumular pódios nas etapas do Campeonato Estadual de Optimist entre 2012 e 2014 e de participar de regatas como a Copa Mais Brasil – Extreme Sailing de Monotipos em 2013.